Galeria de fotos

Não perca!!

Cidade

Prefeito Elinaldo Araújo na cerimônia de entrega do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU)
Prefeito Elinaldo Araújo na cerimônia de entrega do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU)

Não causou surpresa aos minimamente atentos ao cenário administrativo e político de Camaçari as declarações do prefeito Elinaldo Araújo (DEM), durante evento no Poch III, na última sexta-feira, 16, e publicado em vídeo no Youtube pelo site Bahia no Ar, nesta segunda-feira, 19.

Em alto e bom som, Elinaldo enfim confessou o que o povo há muito havia notado e parte da imprensa publicado, que o governo da cidade não estava com o prefeito de Camaçari mas com os indicados do prefeito de Salvador, e virtual pré-candidato ao governo do Estado, ACM Neto.

No vídeo, além da afirmação de que ele vinha "atendendo uma minoria", e isso em desfavor da maioria, claramente se referindo à política frente aos interesses da cidade, vê-se Elinaldo se queixando que os partidos políticos tem impedido os secretários despacharem com ele e que parte do seu secretariado tem gasto a verba pública conforme a vontade de cada um e nem sempre atendendo as necessidades da população; e que ele tem estado "encurralado" pelos seus próprios colaboradores.

Elinaldo, dizendo que será "um novo prefeito" e dando sinais de que vai mesmo passar a "bater na mesa", porem pelo que se percebe somente "a partir de 30 de abril", quando promete "mudanças duras", se queixou também dos servidores comissionados que não tem trabalhado conforme devem, porem, "de olho no contracheque do outro", lhe cobrado aumento de salário sem "respeitar o momento de crise".

Muito aplaudido em pontos do discurso, Elinaldo disse que vai passar a "atender como prioridade" qualquer um que for procurá-lo em seu gabinete para esse fim, fazendo parecer que terão 'alguma surpresa' os 'insatisfeitos' que se dirigirem 'ao prédio verde' com o contracheque na mão.

Sobre a verba da prefeitura, Elinaldo disse que "agora" é ele quem vai decidir "como vai ser gasto o dinheiro". Repetindo as palavras "acabou, acabou", dando a entender que estaria 'cansado da situação', diga-se de passagem, vexatória, haja vista a Bahia e 'uma banda de Sergipe' ter conhecimento do que se passa no município, o prefeito de Camaçari deixa claro como neve que realmente a gestão não estava em suas mãos.

Sobre as tais "mudanças duras, esperemos, pois...

Veja o vídeo.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br