Galeria de fotos

Não perca!!

Cidade

Moradores realizaram uma manifestação na Unidade de Saúde da Família (USF) do Ponto Certo, devido a transferência do médico Leandro Simões para outra Unidade (Foto: Divulgação)
Moradores realizaram uma manifestação na Unidade de Saúde da Família (USF) do Ponto Certo, devido a transferência do médico Leandro Simões para outra Unidade (Foto: Divulgação)

Esperando marcar um ponto positivo na saúde, o prefeito de Camaçari, Antonio Elinaldo (DEM), tirou fotos, gravou vídeo e disse que está colocando a casa em ordem. Para mostrar as razões do seu otimismo, na última quinta-feira (06), visitou as Unidades de Saúde da Gleba E e Burissatuba, que estão em reforma, e o Centro de Especialidades de Odontológicas, o CEO, que deve ser reinaugurado ainda este mês. Mas, a bolha de felicidade do gestor com a saúde municipal não durou nem 24 horas. A manhã de sexta-feira (07), foi marcada por protesto e anúncio do estado de greve dos médicos.

Na manhã de ontem, moradores realizaram uma manifestação na Unidade de Saúde da Família (USF) do Ponto Certo, devido a transferência do médico Leandro Simões - vinculado ao município através do Reda - para outra Unidade. Os moradores alegam que o médico, mesmo com os problemas estruturais da saúde no município, prestava um serviço de qualidade, sendo referência em atenção e cuidado com os pacientes.

As alegações apontadas para a transferência são referentes a normas internas da Secretaria de Saúde (Sesau), que não estariam sendo cumpridas pelo médico. A justificativa, ainda sem confirmação da Sesau, é de que o médico estaria sendo negligente com a alimentação do E-SUS (de janeiro a junho sem registro), realizando atendimentos sem registro em prontuário, tendo problemas com a agenda estabelecida pela equipe, assim como ausência em reuniões e realização de visita domiciliar sozinho, sem comunicar a equipe e sem registrar em prontuário.

No entanto, a conduta profissional do médico tem sido aprovada pela comunidade, que pediu na manifestação e em publicações nas redes sociais, o retorno do profissional de saúde.

2º Round

O segundo round de más notícias na saúde vem com a notificação, através do Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindmed), de que os médicos estatutários de Camaçari estão em estado de greve. A decisão foi tomada após os profissionais relatarem diversas dificuldades que vem sofrendo: defasagem salarial, agravada pela falta de reajuste anual, falta de autonomia para prescrição de medicamentos e solicitação de exames, condições precárias de atendimento, PCCV parado. A assembleia contou com a participação de odontólogos, os quais têm problemas similares e estão se organizando para uma mobilização conjunta.

Segundo o Sindimed, uma pauta de reivindicações já havia sido encaminhada a Prefeitura de Camaçari em março, porém não foi respondida. "Desde então a situação se agravou, aumentando a insatisfação dos médicos. A expectativa é que a gestão responda a contento as reivindicações dos servidores, caso contrário está em pauta uma paralisação por tempo indeterminado", informa o Sindimed.

Novos encaminhamentos sobre uma possível greve serão decididos no dia 20 de julho, quando a categoria realiza uma nova assembleia.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 
Banner

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br