Galeria de fotos

Não perca!!

Cidade

Nada de serviço de entrega dos Correios, em quase 20 bairros da cidade (Imagem Ilustrativa)
Nada de serviço de entrega dos Correios, em quase 20 bairros da cidade (Imagem Ilustrativa)

Aí está, excelente matéria para quem do Legislativo municipal se interessar. E pôr fim a tamanho sofrimento daqueles que, inclusive – e intrigantemente - recebem, e pagam, IPTU...

E o absurdo continua: nada de serviço de entrega dos Correios, em, pasme, quase 20 bairros da cidade. Este tem sido um problema comum em Camaçari, já que poucos bairros ainda não possuem o Código de Endereçamento Postal (CEP) cadastrado, como verão abaixo.

Isso, vale o registro, ainda que em setembro do ano passado, a prefeitura tenha dito que instalaria placas de identificação em 12 mil logradouros da cidade. A iniciativa, segundo a nota da prefeitura, beneficiaria bairros da sede do Município, distritos e orla.

A saída, então, para dezenas de milhares de moradores da cidade, continua sendo a de se deslocar, em seus bairros, a pontos de entrega das correspondências. A prestação de um serviço básico tem sido negada à boa parte da população camaçariense, há anos. Isso se considerado matéria do CFF, de quatro anos atrás, quando, depois de ouvir dos Correios que “tudo depende da prefeitura”, o então secretário de Desenvolvimento Urbano, José Cupertino, ao ser procurado, disse ao portal, que um levantamento estava sendo feito e que 90% das ruas já estavam catalogadas.

Após algumas novas denúncias o Camaçari Fatos e Fotos (CFF) quis saber o porquê de este problema ainda não ter sido sanado; ao entrar novamente em contato com os Correios, o órgão voltou a dizer que para ser criado o CEP de um logradouro é preciso que a prefeitura repasse a documentação necessária aos Correios, contendo dados georreferenciados da cidade (mapa e planilha relacionando todos os logradouros em seus respectivos agrupamentos e bairros).

“Já solicitamos, inclusive, à Prefeitura de Camaçari, a documentação necessária e os mapas atualizados da cidade, mas até o momento não fomos atendidos. Entretanto, somente de posse dessas informações, poderemos aplicar o DNE (Diretório Nacional de Endereçamento) para criar os CEP’s dos logradouros e fazer o levantamento de carga, através de uma ferramenta chamada Sistema de Distritamento – SD, o que disponibilizará o efetivo necessário para prestação do serviço de distribuição domiciliar com qualidade, também a essas localidades”, explicou a assessoria.

Prefeitura

Há pouco mais de um mês, em matéria do CFF, a atual secretária municipal de Desenvolvimento Urbano, Ana Lúcia Costa, responsável por resolver o problema, afirmou que todas as ruas da sede já estão mapeadas, mas alguns logradouros ainda não tiveram seus nomes aprovados por lei; por conta disto, ainda não existe placa de identificação.

Atualmente, os objetos postais das localidades em que não há distribuição, podem ser retirados nas seguintes unidades dos Correios nos bairros:

Parafuso – Agência Camaçari

Arembepe - Agência Comunitária/ Módulo de Caixas Postais Comunitárias localizadas em Arembepe

Jauá – Módulo de Caixas Postais Comunitárias Jauá

Vilas de Abrantes – Agência Comunitária/Módulo de Caixas Postais Comunitárias localizadas Vilas de Abrantes

Catu de Abrantes – Módulo de Caixas Postais Comunitárias localizadas em Catú de Abrantes

Monte Gordo – Agência Comunitária/ Módulo de Caixas Postais Comunitárias Monte Gordo

Barra de Pojuca –
Módulo de Caixas Postais Comunitárias Barra de Pojuca

Barra do Jacuípe –
Módulo de Caixas Postais Comunitárias Barra do Jacuípe

Guarajuba – Agência Comunitária /Módulo de Caixas Postais Comunitárias Monte Gordo

Itacimirim – Módulo de Caixas Postais Comunitárias Barra de Pojuca

Parque das Mangabas-
Agência Camaçari

Jardim Limoeiro – Agência Camaçari

Ampliação Parque Verde –
Agência Camaçari

Ampliação Verde Horizonte – Agência Camaçari

Machadinho –
Agência Camaçari

Ampliação da Nova Vitoria - Agência Camaçari

Resultado da ópera: Nada de mais se estivéssemos falando de uma aldeia indígena – do passado. Mas trata-se de Camaçari: segundo maior PIB (Produto Interno Bruto) do estado da Bahia. - Aí está excelente matéria para quem, do Legislativo municipal, se interessar. E pôr fim a tamanho sofrimento daqueles que, inclusive – e intrigantemente, recebem, e pagam IPTU. E recebem também, em suas casas, contas tanto de água, quanto de energia. E em dias...

Veja também: CFF - População reclama dos serviço de entrega dos Correios em distrito da cidade

Saiba mais sobre: Cidade

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br