Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Bahia

A Síndrome Respiratória Aguda Grave é causada por agente virais, como o coronavírus SARS-CoV, descoberto em 2002 (Foto: Reprodução)
A Síndrome Respiratória Aguda Grave é causada por agente virais, como o coronavírus SARS-CoV, descoberto em 2002 (Foto: Reprodução)

Até o dia 13 de fevereiro foram registradas 79 ocorrências

Enquanto o mundo discute os efeitos do novo coronavírus (Covid-19), vírus antigos têm levado mais pessoas aos postos de saúde na Bahia este ano do que em 2019. Segundo dados da Secretaria Estadual da Saúde (Sesab), o número de casos notificados de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), até meados de fevereiro, cresceu 27,4% na comparação com o mesmo período do ano passado.

A Síndrome Respiratória Aguda Grave é causada por agente virais, como o coronavírus SARS-CoV, descoberto em 2002. O levantamento da Sesab considera os casos notificados de janeiro até o dia 13 de fevereiro. Foram 79 ocorrências este ano e 62 no ano passado, que teve também 9 óbitos provocados pela SRAG.

Como os sintomas da doença são parecidos com o de uma gripe comum, como febre, dor de cabeça, calafrios e dor muscular, a população tem dificuldade de distinguir. Apesar disso, é o medo do coronavírus que tem levado os pacientes a buscar atendimento médico.

O infectologista dos Hospitais São Rafael e Couto Maia, Fábio Amorim, explica. “O que a gente vem notando é que a população está assustada por conta do que vem acontecendo no mundo, com isso temos uma busca do serviço de saúde com uma frequência maior, o que resulta em mais diagnósticos das outras doenças. Isso já dura cerca de dois meses. Nos dois hospitais que trabalho a gente teve documentado seis pacientes com H1N1, coisa que a gente não via. O ano passado a gente até dava diagnóstico clínico, mas agora a gente está tendo confirmação laboratorial de H1N1”, contou.

Das 79 notificações feitas esse ano, 9 casos foram confirmados para Influenza, sendo 7 de H1N1 e 2 do tipo B. Os médicos identificaram 8 situações provocadas por outros vírus respiratórios, como Vírus Sincicial Respiratório, Adenovírus e Metapneumovírus, e 43 amostras negativas. Cerca de 24% dos 79 casos ainda estão em investigação. Foram registrados 3 óbitos, mas não houve identificação com SRAG.

Para Amorim, apesar do aumento no número de casos notificados o perfil das vítimas da Síndrome Respiratória Aguda Grave não deve mudar. A população idosa é a que mais sofre com a doença, assim como os pacientes extremos (estado terminal) e os que tem doença de base, público mais atingido também pelo coronavírus, H1N1, e influenza B.

“A síndrome é um conjunto de sinais e sintomas que levam ao advento da doença respiratória grave que é a febre, seguida da dispneia, seguida da hipoxemia, que é a diminuição de oxigênio no sangue, que leva o paciente a rebaixamento sensório (redução do nível de consciência) com necessidade de suporte ventilatório. É indistinto, qualquer agente viral pode causar isso”, afirmou o infectologista.

Prevenção
Os vírus são transmitidos através do contato com a pessoa contaminada, por isso, é importante lavar as mãos várias vezes ao dia, principalmente antes de consumir algum alimento, e proteger a tosse e o espirro com lenço descartável. A recomendação dos especialistas é também não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas, e adotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos.

A Sesab informou que desenvolve ações como a emissão e divulgação de alertas e boletins epidemiológicos, protocolos da influenza, notas técnicas, capacitações e visitas técnicas nas unidades para organização dos fluxos de notificação, coleta de amostras e disponibilidade do Oseltamivir (medicamento), alimentação e monitoramento do sistema SIVEP GRIPE, dentre outras. As ações constam no Plano de Enfrentamento da Influenza e são implementadas sempre que os subtipos A H1N1 e B são confirmados.

Dentre os 417 municípios baianos, 25 notificaram casos de SRAG e 7 deles confirmaram casos de Influenza. Salvador apresentou o maior número de casos notificados, equivalendo a 53,1% do total em todo o estado. Já as cidades de Feira de Santana, Juazeiro, Lauro de Freitas e Vitória da Conquista registraram 3 notificações cada.

Em fevereiro, o Ministério da Saúde informou que a campanha de vacinação contra a gripe que estava prevista para começar no dia 19 de abril com grupos com crianças, idosos e gestantes foi antecipada. Ela terá início no dia 23 de março, por conta do coronavírus.

Confira medidas de prevenção dos vírus


Lavagem das mãos várias vezes ao dia, principalmente antes de consumir algum alimento;

Evitar tocar a face com as mãos e proteger a tosse e o espirro com lenço descartável;

Utilizar lenço descartável para higiene nasal;

Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;

Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;

Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;

Manter os ambientes bem ventilados;

Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de influenza;

Evitar sair de casa em período de transmissão da doença;

Evitar aglomerações e ambientes fechados (procurar manter os ambientes ventilados);

Adotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos.

Veja também:

Secretarias divulgam medidas de prevenção do coronavírus nas escolas e universidades

Bolsa de valores do Brasil cai 10% e interrompe negócios

Sesab confirma 2º caso de coronavírus na Bahia

Brasil confirma mais 6 casos de coronavírus; total de 25 pacientes

Sobe para 24 o número de infectados pelo coronavírus no Brasil

Sobe para 13 casos confirmados de coronavírus no Brasil

Aumentou - Ministério da Saúde confirma 4º caso de coronavírus no Brasil

Com 530 casos suspeitos Brasil tem terceiro caso confirmado de coronavírus

Epidemia chinesa - Ministério da Saúde confirma caso positivo de coronavírus no Brasil

Criança está em isolamento por suspeita de coronavírus na Bahia

Epidemia chinesa - Homem testa positivo para coronavírus em SP; falta contraprova

Epidemia chinesa - Áustria, Croácia, Espanha e Suíça confirmam primeiros casos de Corona-vírus

Coronavírus: Itália anuncia segunda morte e Irã a quinta

Em dois meses, coronavírus mata mais que Sars

França registra primeira morte pelo coronavírus

Coronavírus - China registra 1.380 mortos e 63.581 infectados

Coronavírus - o que se sabe até agora?

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br