Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Bahia

Governador em exercício assina Decreto Estadual de Emergência (Foto: Mateus Pereira | GOVBA)
Governador em exercício assina Decreto Estadual de Emergência (Foto: Mateus Pereira | GOVBA)

Seis cidades atingidas pelo resíduo vão receber recursos da união

Com praias de oito municípios da Bahia atingidas por um óleo que vazou no oceano, o governador da Bahia em exercício, João Leão, assinou um Decreto Estadual de Emergência nesta segunda-feira (14). O documento busca liberar recursos para seis das cidades atingidas pelas manchas da substância.

As cidades beneficiadas são Camaçari, Conde, Entre Rios, Esplanada, Jandaíra e Lauro de Freitas. Para ser incluído no decreto, o município precisa solicitar o auxílio. Cada localidade vai receber recursos de acordo com o tamanho da orla e a quantidade de óleo que chegou nas praias.

Estavam presentes na assinatura do decreto a Secretaria do Meio Ambiente (Sema), o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), o Corpo de Bombeiros, a Defesa Civil Estadual, a Ordem dos Capelães do Brasil e prefeitos de municipais. A retificação ocorreu por volta das 15h, no Wish Hotel da Bahia, em Salvador.

Outros dois documentos também foram assinados na ocasião. O primeiro trata da ajuda da sociedade civil na limpeza das praias, especialmente com a ação da Ordem dos Capelães do Brasil. O outro texto é um pedido de apoio da Petrobras.

Segundo a doutora capelã Elizabeth Ferraz, presidente nacional e internacional da ordem dos capelães do Brasil, o grupo vai liberar 5 mil voluntários para trabalhar na limpeza das praias pelo Litoral Norte.

“Os capelães são treinados, formados e são voluntários. O capelão está preparado para fazer essa ação e temos pessoas em cada região. Por isso, convoco os capelães de cada região para termos condições de fazer uma assistência mais longa e conseguir dar um retorno para não ter prejuízo nem para o meio ambiente, nem para a sociedade, nem para o turismo local”, pontuou Ferraz.

Com a coleta realizada pelos municípios, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros, já foram retiradas 35 toneladas de óleo das praias baianas. Segundo o secretário do Meio Ambiente João Carlos Oliveira, houve um decréscimo na quantidade de óleo que chega nas praias do estado na comparação com a última sexta-feira (11). “Hoje eu sobrevoei todo o Litoral Norte, de Salvador a Conde, e encontramos manchas de óleo a partir de Jacuípe. A concentração maior é em Sítio do Conde, Conde e Massarandupió”, afirmou o gestor.

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Veja também:

Onda de união: 500 voluntários ajudaram a limpar praias no final de semana

Suspeito por óleo no Nordeste, navio fantasma 'dribla' radares

Homem que oferecia falso emprego é preso por estuprar 40 mulheres em Camaçari

Mancha de óleo que atinge praias do Nordeste chega a Arembepe

Petróleo no mar do Nordeste chega à Bahia

Substância achada em praias do Nordeste é petróleo cru não produzido no Brasil

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br