Galeria de fotos

Não perca!!

Bahia

Instituição disse que o caso será apurado (Foto: Reprodução)
Instituição disse que o caso será apurado (Foto: Reprodução)

Calouros do curso de Engenharia Civil da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) (a 109 km de Salvador) denunciaram à ouvidoria da instituição as humilhações em trote no mês passado, início do semestre letivo.

De acordo com as denúncias, eles eram obrigados a trocar suas imagens de capa da rede social Facebook por foto com a frase: "Sou calouro burro de Civil e devo submissão total aos meus veteranos", e a colocar no perfil o nome verdadeiro seguido da palavra "bixete", entre outras humilhações.

Os homens tiveram os cabelos raspados e foram pintados de roxo. Os novatos foram obrigados a pagar R$ 50 para participarem de uma festa. A denúncia apontou que foram enviados e-mails com o texto: "Calouro burro não reclama, obedece".

Os alunos que se opunham, sofriam ameaças por mensagens. "Pra quem tá criando legião de fãs aí pra não pagar o dinheiro, fica esperto, a gente se bate pela Uefs", diz o texto.

Através de nota, a universidade, informou que o trote é proibido e repudia ação que envolva ou incite agressões físicas, psicológicas ou morais. A instituição disse, ainda, que o caso será apurado. Os responsáveis podem ser advertidos verbalmente, serem suspensos ou desligados da unidade.

 

Enquete

Qual seu candidato para presidente 2018?
 
Banner

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br