Galeria de fotos

Não perca!!

Bahia

O colégio privado Helyos, que fica na Avenida Eduardo Fróes da Mota, em Feira de Santana, a 100 quilômetros de Salvador, começou a instalação de uma passarela particular na última semana, o que gerou impasse com a prefeitura da cidade. A obra foi embargada pela prefeitura e a decisão foi publicada no Diário Oficial do Município de terça-feira (7).

Segundo a escola, a ideia é garantir a passagem dos alunos para dois anexos que ficam ao lado e aos fundos do prédio principal. Já a prefeitura alega que o município não tem nenhuma lei que permita a construção de uma passarela particular sobre uma via pública. Além disso, a administração irá impactar na privacidade dos vizinhos.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Urbano, José Pinheiro, o equipamento causa impactos ambientais e visuais. Por ser implantada em uma altura considerável, a passarela permite que quintais da vizinhança sejam vistos por quem passar pela passarela.

Já a direção do colégio informou que fez o pedido de autorização para construir a passarela há um ano e dois meses. Como não houve resposta, a instituição decidiu não esperar pelo posicionamento da prefeitura e resolveu executar a obra.

De acordo com a coordenadora pedagógica, Patrícia Moldes, o equipamento vai ser todo fechado. "É uma questão interessante porque nós temos uma série de obras e prédios e condomínios na cidade e eles são circundados por casas. Então, nós nos perguntamos qual a privacidade que a passarela tira que um prédio tiraria de forma diferente?", disse.

A direção do colégio Hélyos disse à reportagem da TV Subaé que deverá continuar com a obra porque não existe lei que proíbe esse tipo de construção.

 

 
Banner

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br