Galeria de fotos

Não perca!!

Bahia

Segundo a assessoria do governo, Wagner está coordenando, ao longo de todo o dia de hoje, as ações da Secretaria de Segurança Pública (foto/CFF/Marcelo Franco)
Segundo a assessoria do governo, Wagner está coordenando, ao longo de todo o dia de hoje, as ações da Secretaria de Segurança Pública (foto/CFF/Marcelo Franco)

O governador Jaques Wagner fará um pronunciamento oficial sobre a situação da segurança pública no Estado em todas as emissoras de rádio e TV às 20h desta sexta-feira (3). De acordo com a assessoria de comunicação do governo, em seu discursso, o governador reafirmará que o governo da Bahia está adotando todas as providências no sentido de assegurar o pleno estado de direito democrático, a segurança e a tranqüilidade da população.

Ainda segundo a assessoria do governo, Wagner está coordenando, ao longo de todo o dia de hoje, as ações da Secretaria de Segurança Pública para "por fim ao movimento de parcela da polícia militar".

"Medidas enérgicas"
Na tarde desta quinta-feira (3), Jaques Wagner se manifestou sobre a greve parcial da Polícia Militar da Bahia, depois de chegar de viagem a Cuba e ao Haiti com a presidente Dilma Rousseff. “Não admitirei que a segurança da população baiana seja colocada em risco por um pequeno grupo de pessoas, ainda mais porque estas desconsideraram a decisão judicial que considerou a greve ilegal”, disse Wagner, se referindo à Associação de Policiais e Bombeiros do Estado da Bahia (Aspra), que decretou a greve.

Ele disse que "Na defesa dos interesses maiores da população baiana, continuarei usando medidas enérgicas, caso isso se faça necessário", salientando que acredita que o diálogo é a melhor saida.

Força Nacional e Exército

O governador solicitou à presidente Dilma Rousseff o envio de forças da Segurança Nacional e do Exército para a Bahia. Ainda na noite de ontem, 150 policiais chegaram à capital e mais 500 chegam nas próximas 48 horas.

A decisão foi tomada após reunião da cúpula da segurança pública na manhã de ontem na Governadoria.  A greve foi considerada ilegal pela Justiça, que determinou multa diária de R$ 80 mil para caso de descumprimento.

Veja também: CFF - Por conta da greve da PM, agentes de trânsito em Camaçari podem paralisar atividades

ESPECIAL GREVE DA PM: Caos e terror em Salvador; Chegada da Força Nacional; Ameaça de invasão do COE na ALBA para retirar grevistas

CFF - Justiça determina que policiais grevistas voltem ao trabalho; Multa por descumprimento é de R$ 80 mil

Saiba mais sobre: Cidades da Bahia

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br