Galeria de fotos

Não perca!!

Bahia
Em: 01/06/18 - 06:41 Fonte: Correio da Bahia/Nilson Marinho Editoria: Bahia

'Achei que era o fim do mundo', diz moradora da Boca do Rio sobre vendaval

Carlito Cerqueira, de azul, ainda avalia o tamanho do prejuízo (Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)

Se a humanidade foi praticamente exterminada pela primeira vez com um dilúvio – está no Velho Testamento –, dessa vez a responsável por tentar conseguir tal feito, ao menos para alguns moradores da Boca do Rio, em Salvador, seria a força dos ventos. Exageros à parte, teve gente que achou que o aparente fim do mundo, nessa quarta-feira (30), tinha como epicentro o final de linha do bairro. Para ser mais preciso, entre as ruas da Tranquilidade e a Narciso das Neves.

Leia mais...
 
Em: 31/05/18 - 08:20 Fonte: Correio da Bahia Editoria: Bahia

'Furacão' na Boca do Rio destrói barracas e provoca demolições; veja vídeos

Comerciantes perderam mercadorias e casas foram destelhadas após vendaval

"Rapaz, isso aqui é o que aconteceu depois de um furacão aqui na Boca do Rio. (...) Primeira vez na história, furacão aqui no final de linha da Boca do Rio. Derrubou tudo!" O relato impressionado de um cinegrafista amador é apenas um dos registros publicados na internet sobre um vendaval que destruiu barracas e destelhou ao menos sete imóveis na Rua da Tranquilidade e no final de linha da Boca do Rio, em Salvador, na tarde desta quarta-feira (30).

Leia mais...
 
Em: 30/05/18 - 12:52 Fonte: A Tarde Editoria: Bahia

Petroleiros questionam decisão do TST e fazem protestos na Bahia

Manifestação na sede da empresa em Salvador, localizada no Itaigara (Foto A Tarde)

Os petroleiros deflagraram uma greve de 72 horas a partir de 0h desta quarta-feira, 30, um dia depois do Tribunal Superior do Trabalho (TST) considerar o movimento ilegal. Foi estipulado uma multa diária de R$ 500 mil, em caso de descumprimento.

"Nós é que consideramos a decisão do TST ilegal e abusiva. A constituição é clara quando diz que são os trabalhadores que decidem quais as razões para entrar em greve. Não é o tribunal que decide a legalidade do movimento. Não reconhecemos essa decisão", afirma o diretor do Sindicato dos Petroleiros da Bahia (Sindipetro), Raviovaldo Costa.

>> Petroleiros desafiam Justiça do Trabalho e iniciam greve em refinarias

O movimento, que acontece em todo país, é também em solidariedade à greve dos caminhoneiros, que entrou no décimo dia. "Eles (os caminhoneiros) começaram reivindicando o preço abusivo do diesel. Agora, nós estamos reivindicações pautas como o fim da nova política de preço dos combustíveis, que foi instituída com a nova gestão da Petrobras de Pedro Parente", completa o diretor.

Costa explica que essa política dos preços é ajustada de acordo com os diversos fatores internacionais. "Essa política atende apenas aos interesses de petroleiras, grandes multinacionais, além de favorecer à privatização da Petrobras, que é a maior empresa do país", afirma.

Outros eixos do movimento são a redução dos preços do gás de cozinha, o fim das importações de derivados de petróleo e a demissão do atual gestor da petrolífera, Pedro Parente. "Nossa greve é corporativa. Pedimos o fim de qualquer processo que esteja em curso para a privatização da Petrobras". diz.

Produção

Ainda conforme o dirigente, o ato que termina nesta sexta-feira, 1º, não vai afetar a produção nas refinarias. A categoria deverá retomar às atividades neste sábado, 2. São 4.200 petroleiros concursados e 10 mil terceirizados na Bahia que operam em turnos.

"Nossa greve é ordeira. Não vamos parar atividades, porém é uma advertência. Caso nossas pautas não sejam atendidas, iremos fazer reuniões e parar por completo", informa.

Os trabalhadores estão reunidos na Refinaria Landulpho Alves, em São Francisco do Conde, na Transpetro, em Candeias, e Camaçari, além da sede da empresa em Salvador, localizada no Itaigara.

Por meio de um comunicado oficial, a Petrobras informou que foram registradas na manhã desta quarta paralisações pontuais em algumas unidades operacionais do país e que equipes de contingência atuam onde necessário. A empresa também confirmou que não há impacto na produção.

Comunicado

Por meio de um comunicado oficial, a Petrobras informou que foram registradas, na manhã desta quarta, paralisações pontuais em algumas unidades operacionais do país e que equipes de contingência atuam onde é necessário. A empresa confirmou que não há impacto na produção.

Veja também;

Frentes populares convocam protestos contra a gestão temer na Petrobras

Petroleiros antecipam greve para esta segunda e pedem ‘fora Parente’

Além de queda coice - Petroleiros vão entrar em greve nesta quarta-feira

 
Em: 30/05/18 - 08:01 Fonte: Veja Editoria: Bahia

PRF autua 176 caminhões que descumpriam decisão do STF nas estradas

PRF escoltava, via corredores de segurança, os caminhoneiros que desejavam seguir

Motoristas poderão ter de pagar multas de até 100 mil reais por hora de paralisação; novo balanço mostra 616 pontos de aglomeração de caminhões nas estradas

Leia mais...
 
Em: 30/05/18 - 05:32 Fonte: Correio da Bahia Editoria: Bahia

Caminhoneiros decidem continuar as manifestações na Bahia

Entre as pautas colocadas na reunião entre as partes, esteve a redução do ICMS nos combustíveis e no gás de cozinha. (Foto: Divulgação)

Os caminhoneiros decidiram nesta terça-feira (29) que vão continuar obstruindo as rodovias baianas e impedindo a passagem de caminhões após reunião com representantes do governo do estado. Um grupo de 11 caminhoneiros autônomos que estão à frente do movimento no estado levaram a pauta de reivindicações da categoria para o governo, na tentativa de avançar nas negociações para o fim da paralisação na Bahia. Como não houve avanços, saíram de lá decididos a manter os bloqueios.

Leia mais...
 
Em: 29/05/18 - 21:17 Fonte: Brasil 247 Editoria: Bahia

Frentes populares convocam protestos contra a gestão temer na Petrobras

As frentes atribuem

As frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo convocam a população a participar de um protesto nacional nesta quarta-feira (30) em defesa da Petrobras e de sua função social, e pela mudança na política de preços praticadas pela estatal, que vem acarretando a alta dos preços do diesel, da gasolina e do gás de cozinha. A escalada do diesel levou à atual greve dos caminhoneiros.

Leia mais...
 


Página 3 de 1071

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br