Galeria de Fotos

Não perca!!

Antonio Franco Nogueira

'(...)Contudo, quando prego o evangelho, não posso me orgulhar, pois me é imposta a necessidade de pregar. Ai de mim se não pregar o evangelho!' 1 Coríntios 9:16.
'(...)Contudo, quando prego o evangelho, não posso me orgulhar, pois me é imposta a necessidade de pregar. Ai de mim se não pregar o evangelho!' 1 Coríntios 9:16.

(...)Também da soberba guarda o teu servo, para que se não assenhoreie de mim. Então serei sincero, e ficarei limpo de grande transgressão. Salmos 19:13.

Antes te fazendo saber que o tema desse texto me foi dado em sonho pelo próprio Espírito Santo, uns dias atrás numa resposta imediata à oração que Lhe fiz pedindo que me desse um tema, isto para que você – mesmo que tu não seja “crente” mas que certamente é uma alma que se interessa com sua salvação da ira de Deus no dia do Juízo, então - não despreze a leitura e acabe se arrependendo mais adiante, conclamo a que volte e medite no trecho bíblico imediatamente acima, tendo em mente que é o rei Davi, um homem segundo o Coração de Deus, conforme as Escrituras, que fez o pedido ao Senhor, para que afastasse dele a famigerada soberba – soberba que de não poucos tem causado a morte espiritual evangelho a fora e a dentro, e somente depois retome a leitura.

(...)"Pode alguém ser útil a Deus? Mesmo um sábio, pode ser-lhe de algum proveito?

Que prazer você daria ao Todo-poderoso se você fosse justo? Que é que ele ganharia se os seus caminhos fossem irrepreensíveis? Jó 22:2,3.

Inteligente como você é, claro que sua caríssima pessoa entendeu, da passagem em Jó aí acima, que o que o escritor está dizendo é que, nem eu em escrever nem você em ler, não estamos fazendo favor nenhum a Deus e que o benefício em buscar sermos justos e inteirados da vontade d’Ele para com nossas vidas será nosso, e tão somente nosso. Mas, se o/a nobre ignora e prefere continuar ignorando a Sua existência e infinito poder, é um direito também todo seu, como serão somente sua as consequências, assim como será também todinho seu o tempo interminável que alguns chamam de eternidade, para se arrepender por sua decisão.

Posto isto...

De mim, vendo mesmo do meu ponto de vista, nada há nesse pobre servo que te escreve, que possa levar ao coração de Deus qualquer prazer para que Ele me convocasse da forma que me convocou para Sua obra com tão árdua tarefa já que fazer um monte crer que é Ele e não eu falando não tem sido fácil, mas como obedecer é a regra... E, conforme Jesus mesmo diz em Isaías 55; 8, “os meus pensamentos são o meus pensamentos, e os pensamento d’Ele são os pensamentos d’Ele” (as palavras são ditas doutra forma e ordem mas refere-se exatamente a isto), a mim, e a você, conforme te cabe, só resta a obediência. Então ‘vomboa’.

(...)Porque eu recebi do Senhor o que também vos ensinei: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão; 1 Coríntios 11:23.

Não tratarei da Ceia do Senhor, conforme se refere o trecho em 1 a Coríntios logo acima; tratarei da Igreja de modo geral. Porem me valho da passagem para repetir que nada do que dividirei aqui com você vem de mim. Mas vem do Pai, que me tem dado, como, se você estiver atento/a à leitura logo verá.

Eu já disse em outro texto sobre Jesus ter me visitado no meu sono e me dito para que eu ouvisse “o ancião”. E ali Ele se referia a que eu meditasse nos escritos sagrados do apóstolo João (evangelho e epístolas), único dos Seus apóstolos que morreu de morte natural e muito velho, mas a insistência d’Ele com a visitação daquela noite, onde certamente alguma novidade me/nos seria trazida, saberemos a medida que a escrita avança. Ainda que a mensagem já esteja comigo, o desenrolar no entanto não está, mas se encontra com o Espirito Santo.

Entretanto quero chamar a atenção da sua pessoa que jamais pisou os pés num templo cristão, quem sabe por pura cegueira espiritual, má orientação, ou por se considerar demasiadamente uma alma pecadora, a que preste muita atenção mais à baixo, na figura da Mulher que é jogada aos pés de Jesus para que também Ele a condenasse. Mas conclamo também a você, que não perde um culto sequer, e por esses anos todos, a que por nada perca a concentração enquanto faz a leitura, que a novidade que trago da passagem te fará um crente ainda melhor. Mas se quiser fazer uma pausa de segundos, pode ser, tipo pedindo numa oração para que Deus te ilumine a mente e te abra o coração, como disse, para a nova que te será trazido aqui, se é que Ele não já te revelou também.

Pelo menos aos que perguntei sobre o que seria àquela mulher jogada pelos judeus aos pés de Jesus, do irmão comum aos pregadores nada ouvi que viesse na direção do que me foi revelado. Mas se Ele já te desvelou o mistério, amém. Porém siga aqui que, muito acredito, algo novo te será mesmo trazido. Doutra forma Ele não me mandaria “pregar em João 8” quando Lhe pedi o tema. Só que, insisto, será muito diferente do trivial que se tem pregado, creia. Inclusive, um pedido: não me jogue pedra no meio da leitura, se você é um pecador. Segura aí, juízo.

(...)E os escribas e fariseus trouxeram-lhe uma mulher apanhada em adultério;

E, pondo-a no meio, disseram-lhe: Mestre, esta mulher foi apanhada, no próprio ato, adulterando.

E na lei nos mandou Moisés que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes?

Isto diziam eles, tentando-o, para que tivessem de que o acusar. Mas Jesus, inclinando-se, escrevia com o dedo na terra. João 8:3-6.

Muita atenção agora, tanto você que nada sabe sobre sua salvação ou se interessou em saber, quanto você que vive dentro duma igreja e somente por isso se considera garantido/a.

- “Irmã, a Igreja não é a virgem de que todo mundo ouve e tem aprendido não”. Ao ouvir isso a irmãzinha, ela esposa dum pastor, se entortou toda, tanto o corpo quanto a cara, numa expressão clara de que seu coração rejeitou cada palavra do que eu lhe disse naquele momento, chegando quase a cair de tanto que me olhou torto. Talvez do mesmo jeito que você esteja fazendo agora em sua mente. Aliás, um determinado pastor, homem muito influente no meio cristão da região, que andou dizendo para os irmãos se afastarem de mim (tipo, ‘se afastem dele que ele anda torcendo a palavra’ – na verdade por puro medo de terem os irmãos os olhos abertos pelo que Jesus tem me dado e ordenado a que eu divida com quanto mais eu puder e o povo quiser, o que levaria muitos a perder o controle sobre essas almas) se for ele um dos a ler esse texto, certamente que provocará um torcicolo do pescoço ao nariz. (O que ele não sabe é que o Espírito Santo me mostrou ele em várias formas de animais, em várias visitações: como um tubarão; como um cachorro com cisco nos olhos; como um morcego; e depois ele como se ele fosse o marido duma mulher, sendo que na revelação desse sonho essa mulher, que sofria com dores nas costas, e eu a lhe massagear os lombos sem me importar com a presença dele e tão pouco com sua cara feia de tanto ciúme, ao que ela, agora livre das dores me dá um fraterno e agradecido abraço. (“Afastem-se dele”, veja a que isso reporta você que sabe da celeuma). Mas vamos cá.

- “Aquela mulher de João 8, salva do apedrejamento por Jesus é uma figura da Igreja, irmã”, arrematei, olhando ela ainda com a cara feia pelo que estava ouvindo.

Aliás, agora me reportando aos que me resistem – quando na verdade não será a mim que estarão resistindo mas ao Espírito Santo, onde sugiro irem anotando cada ponto da revelação para ensinarem então a Verdade, de verdade, às almas sob sua responsabilidade, já que trata-se aquela mulher DE FATO duma figura da Igreja, o que será que a Escritura quer dizer no versículo 7, quando, antes de Jesus proferir a primeira palavra para tratar da questão, registra-se que Ele ENDIREITOU-SE, senão para nos dizer que NÃO SE PODE TRATAR DA Sua Noiva SEM QUE ESTEJAMOS ENDIREITADOS, sem que estejamos NA POSIÇÃO antes de tomarmos qualquer atitude? Doutra forma por que será que o texto observa que Ele ENDIREITOU-SE; LEVANTOU-SE; SE POSICIONOU, para então se expressar? Vá anotando se é você um dos que tem feito a obra de qualquer jeito!

Quem são os que trouxeram àquela mulher senão os próprios da tribo de Judá, logo irmãos de Jesus, que mais a frente não permanecerão na Sua presença, ficando somente Ele e a mulher, Sua Igreja perdoada? Começou a cair a ficha? Mas se você é um dos que pregam que “o preço já foi pago”, sendo você um zambujeiro bravo enxertado na Oliveira boa e vive negligenciando as almas do Pai, Sua Igreja, se os próprios irmãos d’Ele “sairão de cena” ou não estarão em cena quando Ele estiver sozinho com Sua Igreja, como não se perguntar sobre, se Ele não aliviou nem aliviará para com os próprios da sua linhagem que tentou ver morta a Igreja d’Ele, como será que não fará comigo e contigo, se tivermos feito tudo menos nos preocupado DE VERDADE com suas almas? Medite e anote isso também. Antes leia a passagem à baixo, e some com o que acabou de ler.

(...)E, como insistissem, perguntando-lhe, endireitou-se, e disse-lhes: Aquele que de entre vós está sem pecado seja o primeiro que atire pedra contra ela. João 8:7. 

(...)Quando ouviram isto, redargüidos da consciência, saíram um a um, a começar pelos mais velhos até aos últimos; ficou só Jesus e a mulher que estava no meio.
João 8:9.

Somou? Mas não anote ainda; acrescente à essa conta, que depois que Jesus estreitou para os hipócritas que em nada eles eram (se quiser ler “nós” esteja à vontade) melhores do que aquela mulher, que você, sempre que for ler a passagem de novo, deve vê-la como uma figura da Sua Igreja (a de Jesus, não a sua), depois que se deram conta de que eram pecadores tanto quanto ela, saíram TODOS, observe isso, SAIRAM TODOS: do mais velho ao mais moço. Agora me diz por que o texto registra que os primeiros a sair da cena foram os MAIS VELHOS senão para nos dizer que no Juízo os primeiros que O ouvirão dizer “sai do meio” serão os entendidos, depois sairão “do meio” os que terão se deixado levar por oba-oba qualquer. “A começar pelos mais velhos...” Ou você ainda não entendeu que aquela situação aponta para o dia da Justiça? Não? Ainda não entendeu? Então vem cá.

Antes porém...

(...)Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus; e, se primeiro começa por nós, qual será o fim daqueles que são desobedientes ao evangelho de Deus? 1 Pedro 4:17.

Já ouviu a expressão, sobretudo você que ignora que Jesus Cristo é o filho de Deus sendo Ele o próprio Deus, “isso tem o dedo de fulano”? Você observou que no verso 6, antes de Jesus iniciar a resolução da questão a Bíblia diz que Ele escrevia não com um garrancho mas COM O DEDO na terra, e que no verso 8, depois de liquidar a questão está registrado que Ele voltou a escrever COM O DEDO, na terra? Observou? Mas se sua pessoa não atentou para que com aquele gesto Ele está dizendo que assim no começo como no final, tudo teve e terá O DEDO ‘Dele, inclusive na minha e na sua vida, é preciso reavaliar sua forma de ler as Escritura: se apenas lê ou se tem meditado de fato clamando por revelação e conhecimento para passar adiante e não para inflar seu peito (Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes que não sabes. Jeremias 33:3); como também quem tem pregado e passou desapercebido pela mensagem nesses pontos precisa considerar isso nas suas pregações, que Ele me deu também pra te dar.

Mas há outro ponto que por misericórdia me foi revelado que é de fazer cair o queixo. Antes de seguir inclusive, a você que prega, peço que se responda o que e como os fariseus queriam pegar Jesus no contra pé, (tentá-lo), conforme diz trecho do texto: (...)E na lei nos mandou Moisés que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes? Isto diziam eles, tentando-o, para que tivessem de que o acusar!!! Respondeu? Excelente, se você invocou que Também o homem que adulterar com a mulher de outro, havendo adulterado com a mulher do seu próximo, certamente morrerá o adúltero e a adúltera, conforme em Levítico 20:10. Assim, onde estava o outro indivíduo? Afinal não se adultera sozinho, tem de haver a outra pessoa. Desta forma, conhecedor da Lei, se Ele condenasse aquela mulher, Ele não somente não seria o Mestre que dizia ser, mas muito pior: como ser se não conhecia os mandamentos dispostos nas Escrituras? Então, o contrapé estaria no fato de se Jesus tivesse dado uma opinião condenatória se não havia na cena o adúltero, ou seja, a figura masculina. Figura que não aparece na cena por questões óbvias: quando o capiroto quer confundir ele não se manifesta visualmente: somente mete o dedinho e fica de parte olhando o estrago. Tal e qual uma serpente quando dá o bote. E não à toa uma serpente (Ver Apocalipse 12; 9). Mas, nesse ponto, isto seria tudo? Não, não seria tudo. Porém entre aí em sintonia com o Espírito, se for o teu caso, que a coisa vai estreitar.

Nas escrituras, se você não sabe, nada se dá primordialmente para bem da carne mas sim para bem do espírito. E não são poucas a passagens proféticas e espirituais. Em João 8 não se dá diferente. Se estiver sentado se ajeita aí na cadeira e se estiver em pé procure se sentar, que talvez você nunca tenha sabido do que saberá agora, sobre a envergadura dos mistérios embutidos na situação que envolve o registrado nesse trecho do capítulo 8 do evangelho de João. Anote:

No espírito, por favor, no espírito para você não ficar boiando. Se aquela mulher, de novo conforme Ele me disse, representa Sua Igreja, Jesus ali representa o Esposo traído que perdoa sua esposa que o traiu. A quem Ele não quer ver morta, claro. Logo, sendo Ele o ofendido, somente a Ele cabe fazer a reclamação, okay? O que Ele opta por não fazer mas ao invés disso a perdoa, okay. E conforme te disse que o evento se reporta a uma situação espiritual, e refere-se aquela mulher a uma figura da Igreja perdoada, quem seria na situação o outro sujeito, o amante, senão o próprio Satanás? Tá assustado/a??? Vem...

Vem que o que o episódio quer nos dizer é que, tal e qual um homem que lisonjeia uma mulher casada, de quem quer somente 'comer as carnes' e escangalhar a família da que se der por sua amante, Satanás tem se posto como amante da Igreja sem que esta tenha se dado conta disto, e tem se deixado lisonjear, sem perceber o quanto tem “emagrecido”, esquecida de que quando foi perdoada pelo Seu esposo, ouviu d’Ele: Vá e NÃO PEQUES MAIS!!! Tipo, não ADULTERE com deus estranhos, (posses seculares, apego à velha criatura, vaidades, idolatria humana, carregador/a de sacola lotada de ódio e de rancor, e adorador de evangelho ‘malassombrado’, talvez te ajude a entender, se precisa dum empurrãozinho...) Tá caindo a ficha?!

Ou você não sabe que é justamente por causa do ADULTÉRIO a coisa toda - sem falar no matrimonial, mas põe aí a carapuça se ela te cabe, e se te cabe corre ali em Jeremias 23; 24 enquanto você tem tempo. Mas, trocando em miúdos, para facilitar mais um pouco, digo do adultério da Palavra, do adultério do Evangelho; do adultério material (troca de Jesus por coisas); do adultério pessoal (substituição da adoração a Ele pela adoração a pastores, a maridos, à esposas, a pais, à filhos, e até a amigos; à artistas, quando não ao diabo diretamente) que nada ou muito pouco de espiritual se tem visto entre não poucos crentes. Mas por isto principalmente que tanto crente nem se apercebeu que está quase morto mesmo não arredando o pé dos cultos.

É duro de “ouvir”? Concordo. Mas, falado em duro ou mole, se você, que está se coçando todo/a para picar a mula da mensagem, acostumado/a que está a somente ouvir nas pregações que “você não vai sair daqui hoje sem a sua ‘bença”, e começa a conjecturar com seus botões a, me dando ‘uma banana’, abandonar o texto no meio da leitura mas é um/a que sempre ora a Deus pelo socorro d’Ele, pra mostrar que amo a sua alma mais do que você imagina, deixa eu dar uma pausa com uma palavra curtinha mas que talvez te faça repensar não somente na atitude que te ocorre agora, se te ocorre, mas também em muitas outras que está acostumado/a a tomar se é você um/a crente em Cristo:

(...)O que desvia os seus ouvidos de ouvir a lei, até a sua oração será abominável
. Provérbios 28:9.

Doeu? Não! Doer e mole não vai naquele Dia se você não prestar bem atenção na importância e na gravidade do que está expresso no texto (inclusive te sugiro lê-lo de novo) se você tem ocupado seu tempo com tudo menos com a busca pelo conhecimento das Coisas do Reino e não tem passado, quando muito, dum parasita-funcional dentro do Evangelho, que seja pela aversão voluntaria ao conhecimento, ou quem sabe assegurado/a pelas suas posses ou posição no meio ou na sociedade!

(...)Assim diz o Senhor: Não se glorie o sábio na sua sabedoria, nem se glorie o forte na sua força; não se glorie o rico nas suas riquezas,

Mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em me entender e me conhecer, que eu sou o Senhor, que faço beneficência, juízo e justiça na terra; porque destas coisas me agrado, diz o Senhor
. Jeremias 9:23,24.

Desta forma não será demais o acréscimo de que (...)E o servo que soube a vontade do seu senhor, e não se aprontou, nem fez conforme a sua vontade, será castigado com muitos açoites, conforme em Lucas 12:47. E sabedor que somos de que no Céu não há tronco algum para amarrar ninguém para tomar chicotada, a passagem, pelo menos para mim, é de fazer perder o sono a quem se venda ou tem se permitido vendar - e tem tampado os ouvidos com medo da verdade.
Mas deixa isso pra lá que a conversa aqui é sobre João 8.

Agora que você está refletindo, espero, não somente nos outros elementos do capítulo mas principalmente em que a mulher daquela cena representa a Igreja (a esposa) perdoada, e que esta ouviu do Esposo que a perdoou que não voltasse a pecar, melhor dizendo, que não voltasse a traí-Lo (no nosso caso, com adoração a ídolos ou coisas fajutas quando não a nós mesmos), e que, se você é leitor/a de Bíblia ou pelo menos é dos que tem prestado atenção nas pregações, sabe que Maria Madalena, que te trago a saber que, conforme a mim foi dito pelo próprio Jesus, é a mesma que seria apedrejada naquele cenário, GRATA PELA SALVAÇÃO DA MORTE CERTA, daquela hora em diante JAMAIS saiu dos pés do Salvador, conforme falei, o que me foi dito pelo Espírito Santo, é para nos advertir que a saída d’Ele, agora ressuscitado, daquele sepulcro, ou sua Volta em honra, e se encontrando com aquela mulher, conforme em João 20, é uma figura d’Ele VOLTANDO e sendo RECEBIDO por sua Igreja naquele Grande Dia. Por isso não foi nenhum dos apóstolos, um Homem, a avistá-Lo primeiro, mas uma Mulher. Mas não uma mulher, ou igreja qualquer, mas uma que depois de perdoada, de salva da morte - como eu e você fomos quando O recebemos e ao Seu perdão pelos pecados outrora praticados, buscou não pecar mais e por isso - e somente se assim tivermos procedido: andado lado a lado com Ele, se viu habilitada a recebe-Lo na Sua volta. RECEBE que é Palavra REVELADA!!!

E toda atenção aqui.

Em João 20 você vê Maria Madalena, que buscava ver ali o Seu corpo, sem O reconhecer quando Ele volta ressuscitado mesmo com Ele ali a palmos dela. Naturalmente por que Ele, agora ressuscitado, não tinha o corpo nem a aparência natural. Mas tudo muda quando ela O ouve chama-la pelo nome (a palavra hortelão quer dizer jardineiro e nisto acabo de receber d’Ele outra revelação que te será trazida noutro texto.  Guarde o termo Jardineiro, que isso vai te edificar). Observe:

(...)E disseram-lhe eles: Mulher, por que choras? Ela lhes disse: Porque levaram o meu Senhor, e não sei onde o puseram.

E, tendo dito isto, voltou-se para trás, e viu Jesus em pé, mas não sabia que era Jesus.

Disse-lhe Jesus: Mulher, por que choras? Quem buscas? Ela, cuidando que era o hortelão, disse-lhe: Senhor, se tu o levaste, dize-me onde o puseste, e eu o levarei.

Disse-lhe Jesus: Maria! Ela, voltando-se, disse-lhe: Raboni, que quer dizer: Mestre. João 20:13-16.

Você, claro, se lembra que Maria Madalena nunca deixou de estar perto de Jesus, e por toda parte, da hora em que foi perdoada, andava com Ele e os discípulos, de cidade em cidade, e até na hora da crucificação ela esteve a Seus pés. Agora me responde uma coisa: façamos de conta que seu nome é Xis e que você não conhece bem determinada pessoa, a quem só vê de caju em caju, cujo nome é Graveto, mas conhece outra cujo nome é Pedra, e que Graveto também não é tão íntimo seu, logo não te conhece a fundo. Já Pedra é uma pessoa que você vê todos os dias e ele vê a você. São amigos. Por acaso, estando de costas, se Graveto falasse seu nome você reconheceria de pronto sua voz? Não, naturalmente que não. Já Pedra, com uma só palavra, te chamaria atenção ainda mais se essa palavra fosse seu nome. Agora, reservado para outro momento o que mais há embutido na passagem, vem cá e me diz se isto está nas Escrituras por qualquer acaso, depois do que você acabou de saber:

(...)A este o porteiro abre, e as ovelhas ouvem a sua voz, e chama pelo nome às suas ovelhas, e as traz para fora.

E, quando tira para fora as suas ovelhas, vai adiante delas, e as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz.

Mas de modo nenhum seguirão o estranho, antes fugirão dele, porque não conhecem a voz dos estranhos. João 10:3-5.

Xis, ou melhor, Maria Madalena reconheceu a voz de Jesus, a Pedra angular, por que ANDAVA DIARIAMENTE com Ele. E Ele justamente por vê-la junto a Ele a todo instante jamais esqueceu o seu nome. E com isso Ele nos diz que àquele/a que somente O procura de 'caju em caju', somente na hora das aflições, terá um tratamento que não terá os que não saem dos Seus pés, da Sua companhia. Além de que, se não tivermos um relacionamento diuturno com Ele, como reconheceremos a Sua voz? Matute nisto também, e principalmente nisto.

Isto posto, é preciso mais esta preocupação (atenção aqui): o texto em João 8 diz que foram os Escribas e Fariseus que trouxeram aquela mulher para ser julgada e certamente condenada e morta, mas o que não deve passar desapercebido de mim e de você é que, conforme ouviram que somente os que não tivessem pecado é que estariam habilitados a atirarem pedras contra ela, mas que confrontados com suas consciências, saíram um a um, a começar pelos mais velhos até aos últimos; ficou só Jesus e a mulher que estava no meio, se pensarmos que aquele cenário, onde ao final ficou SOMENTE Jesus E A Mulher NO MEIO representa o fim, como de fato representa, onde subsistirá somente Ele e Sua Igreja, e que não haverá no mesmo ambiente lugar qualquer para pecador algum e que os Escribas e os Fariseus eram judeus, logo da mesma linhagem familiar do próprio Jesus, mas que nem por isso Ele os preservou, como nos preservaria sendo nós não filhos legítimos como um judeu mas filhos adotivos, se ignorarmos Suas ordenanças???

(...)Pois se Deus não poupou os ramos naturais, também não poupará você.

Portanto, considere a bondade e a severidade de Deus: severidade para com aqueles que caíram, mas bondade para com você, desde que permaneça na bondade dele.

De outra forma, você também será cortado. Romanos 11:21,22.

‘Ide – pelo menos - por toda a vizinhança e pregai o Evangelho a toda criatura’. Marcos 16; 15 diz isso um pouco diferente mas, além do “Vá e não peques mais” martelando ai na cachola, se você estiver sentindo uma quentura no rosto não se preocupe que você não está tendo uma crise de hipertensão não; essa impressão é somente sua cara ficando vermelha de vergonha por que o “apedrejamento” do qual não nos livraríamos por causa dos nossos pecados e que Ele nos livrou de sofrê-lo quando subiu naquela cruz veio a sua mente e, de acordo o cabido a cada um, por isso essa sensação de cara de pimentão maduro. Mas como inda sua alma está em movimento, logo você ainda não morreu senão não estaria lendo esse texto, ainda dá tempo. Mas, se você não se esqueceu, corre que o amanhã somente a Ele pertence, afinal, vá saber (...)Deus lhe disse: Louco! esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será? Lucas 12:20.

Assim, (...)De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Deus, e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo o homem. Porque Deus há de trazer a juízo toda a obra, e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau. Eclesiastes 12:13,14.

Manda o texto para os amigos, que...

...Jesus é bom.

Shalom.

Antônio Franco Nogueira - a serviço do Reino eterno.

Aqui, mais textos do autor.

Antônio Franco Nogueira é 'servo do Deus vivo'
Antônio Franco Nogueira é 'servo do Deus vivo'

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br