Galeria de fotos

Não perca!!

Antonio Franco Nogueira

'(...)Mas, quando vi que não andavam bem e direitamente conforme a verdade do evangelho, disse a Pedro na presença de todos: Se tu, sendo judeu, vives como os gentios, e não como judeu, por que obrigas os gentios a viverem como judeus?', Gálatas 2:14.
'(...)Mas, quando vi que não andavam bem e direitamente conforme a verdade do evangelho, disse a Pedro na presença de todos: Se tu, sendo judeu, vives como os gentios, e não como judeu, por que obrigas os gentios a viverem como judeus?', Gálatas 2:14.

(...)Examinai-vos a vós mesmos, se permaneceis na fé; provai-vos a vós mesmos. Ou não sabeis quanto a vós mesmos, que Jesus Cristo está em vós? Se não é que já estais reprovados. 2 Coríntios 13:5.

- No céu eu via um círculo verde, relativamente pequeno, e exatamente da tonalidade que vê-se na sinaleira de transito quando está aberta, e dentro do círculo uma caveira de boi, e apontando para a posição do que seria o ouvido da caveira, uma corneta, ou trombeta, tal e qual como nessa imagem acima. E encerrou-se a visão.

(...)Certamente o Senhor DEUS não fará coisa alguma, sem ter revelado o seu segredo aos seus servos, os profetas. Amós 3:7.

Acostumado/a ao sermão que mais afaga o ego do que adverte a alma, é natural, se te couber, sobretudo se é você um/a dos/das que os tem pregado, que o/a irmão/ã tenha rejeitado o que foi a chamada, ou título, que foi dado à matéria que este site, o Camaçari Fatos e Fotos publicou sobre o 6º "A Carne na Brasa", evento ocorrido no último sábado, 01 de dezembro, a saber, “a Igreja está respirando por aparelhos”. Mas, considerando a visão tremenda descrita aí acima, se ainda lhe resta um pouco de juízo, logo também de temor, o que me sugere que já te caiu a ficha de que a manchete do texto está concatenada com o que diz as Escrituras, preste atenção no que se seguirá, depois então esteja à vontade para discordar, se ainda conseguir.

Vendo isto, o Senhor da minha a da sua alma, na revelação da visão, diz a mim, e a você que ainda tem compromisso com Ele e tem visto a não poucos da irmandade quase mortos espiritualmente, que o caminho está livre, que o sinal está aberto, por isso a cor VERDE, e tudo dentro dum círculo (como o mundo, logo o negócio vai longe), para avançarmos e tocarmos a trombeta ao ouvido dos que tem se permitido fazer ou se comportado como gado, posto que o resultado disso será a morte da alma - por isso uma caveira, e esta lá 'no céu'. Ou por que tu acha que Ele usou justamente a caveira dum boi, senão para nos dizer que, como o boi, que não poka a cerca por que não sabe a força que tem, e o final daquilo ser morte no matadouro, que também para dizer que do mesmo jeito o crente que não entender duma vez por todas que n'Ele temos toda a força de que precisamos para sermos livres (de religiosidades e liturgias e nada mais além do que religiosidade e liturgias – e sim vivermos em novidade de vida) e que não fomos justificados para nos permitir qualquer prisão que seja???

Pausa

(...)Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que percorreis o mar e a terra para fazer um prosélito; e, depois de o terdes feito, o fazeis filho do inferno duas vezes mais do que vós. Mateus 23:15.

Sigamos

[Prosélito = novo convertido] Para fazer a conta basta que reflitamos o quanto de irmãos, a contar por nós mesmos, e primeiro por nós mesmos, tem se comportado como Jesus se comportaria diante das mais elementares adversidades que se lhes/nos tem surgido diante, já que a orientação das Escrituras é para que imitemos o nosso Mestre e Senhor. Não irei elencar todas a situações, não para evitar constrangimentos, por que a ideia aqui é justamente nos constranger, mas para facilitar a reflexão nuns poucos pontos cruciais que tanto mal tem feito à Igreja, e por conseguinte a levado à enfermidade espiritual a ponto de estar “respirando por aparelhos”. E um dos principais reside na tão mal fadada “Ofensa”; porem na sombra deste termo entendamos que vão agregados outros tantos que devemos trazer à mente a medida que o texto caminha, nos quais temos tropeçado, quando não caído durante a caminhada.

Como nos comportamos quando diante duma ofensa que sofremos, é o medidor que nos aponta se de fatos temos imitado a Jesus, e também em todo o mais. No 6º “A Carne na Brasa”, uma das abordagens a mim reveladas (se o Espírito já o revelou a outro não sei) pelo Senhor e expressadas na preleção, está em que - e muita atenção aqui, Pilatos e Herodes eram inimigos. E, segundo as Escrituras, nem um nem o outro era convertido a Cristo, mas a Bíblia revela que os dois, mesmo tendo Jesus APENAS passado por suas vidas naquele único dia, tornaram-se amigos. Então a pergunta inquietante: como que o crente, pela vida do qual Jesus não passou, como aconteceu com aqueles dois, mas RESIDE dentro de nós, e nós, por dias, meses e até anos a fio, NÃO conseguimos sequer olhar na cara do irmão que nos ofendeu? Esta foi uma das perguntas deveras desconcertante pela cara que vi muitos expressar, que o Espírito Santo estava ansioso por fazer aos presentes no evento. O que deve ter feito alguns de nós refletirmos sobre que tanto d’Ele está em nós, se muito, se pouco ou se nada.

(...)E nós, cooperando também com ele, vos exortamos a que não recebais a graça de Deus em vão.
2 Coríntios 6:1.

Ou ainda...

(...)Não dando nós escândalo em coisa alguma, para que o nosso ministério não seja censurado;

Antes, como ministros de Deus, tornando-nos recomendáveis em tudo; na muita paciência, nas aflições, nas necessidades, nas angústias,

Nos açoites, nas prisões, nos tumultos, nos trabalhos, nas vigílias, nos jejuns,

Na pureza, na ciência, na longanimidade, na benignidade, no Espírito Santo, no amor não fingido. 2 Coríntios 6:3-6.

Quando Jesus nos adverte para que estejamos atentos para que, sendo enganados, não venhamos a nos tornar ‘duas vezes mais filho do inferno’ do que aqueles que nos pregam ou apascentam, Ele manda que a TUDO observemos na atitude dos que estão sobre os altares, principalmente ao ser notado que ''passos em falso' se tornam constantes no agir dos que te lideram, para que naquele Dia não nos encontremos desaprovados justamente com eles. Não a toa o próprio apóstolo Paulo observa que mesmo ele tinha que estar atento no que fazia pois (...)Antes subjugo o meu corpo, e o reduzo à servidão, para que, pregando aos outros, eu mesmo não venha de alguma maneira a ficar reprovado (1 A Coríntios 9; 27), então estejamos sempre atentos, de fato – e sem medo de incomodar.

E foi cumprindo essa ordenança, há algum tempo, dois anos, talvez, dos três e meio da minha conversão até aqui, que observei num certo papel, como que um “recenseamento de membros” de determinado ministério que creio que a mim foi encaminhado pelo próprio Espírito Santo, onde entre o questionário havia um texto em que se via o nome Senhor e Mestre escritos com as iniciais em minúsculo, a saber, “senhor” e “mestre”, para se referir a Jesus, o nosso Salvador. Mas mesmo incomodado, antes arrasoei: terá sido erro de digitação? Mas se foi erro de digitação não houve revisão; então foi a pressa para imprimir, pensei, tentando encontrar uma razão que justificasse (se é que é possível), aquele desmazelo com as coisas de Deus - na época eu pensava que era “coisa de Deus”. Mas daí o xeque-mate: o tal documento já estava rodando pelo Campo fazia muito tempo.

Tempo o bastante para que alguma alma, já que TODOS tinham que ler para responder o questionário, tivesse percebido o “erro” e advertido a quem quer que fosse. Mas não, Jesus continuou ali, rebaixado a “senhor Zé da lata” e a um “mestre de obras qualquer”. E como complicador, do mesmo ministério tive em minhas mãos uma folhinha de “feliz natal (???)”, onde aparece o templo-sede e ao lado uma fotografia do imponente cidadão com os braços cruzados, com sua esposa ao seu lado, e o telefone da igreja; versículo bíblico, porém, absolutamente nenhum. Aqui um parêntese (Pelos seus frutos os conhecereis - eu disse frutos, e não discurso - só não vê os dormentes, ou o gado, se preferir). Não à toa um tempo depois o Espírito Santo mostrou a uma irmã, ovelha do mesmo ministério do moço, num sonho, o chefão do campo como dono duma horta, onde ALFACE era VENDIDO, o que diz que, pelo discernimento que Deus me dá sobre esses enigmas, se tudo estivesse bem com o trabalho, Ele mostraria o sujeito DISTRIBUINDO, e não vendendo, PÃO (Verdade) e não ALFACE (Mentira, comida fraca e que se ingerida de mais pode até matar por hipotensão – e Jesus quer falar alguma coisa com isto mas a turma, idolatra de homens, tem rejeitado). Agora, o que fazer, ao saber disso o próprio, me odiar? Não, certamente que o mais sensato seria louvar a Deus pela minha vida, que tenho sido usado para adverti-lo. Mas a Bíblia jamais se negaria: ele e outros que estão indo na mesma pisada, vão me odiar com todas as forças de seus ventres.

(...)E Pasur, filho de Imer, o sacerdote, que havia sido nomeado presidente na casa do SENHOR, ouviu a Jeremias, que profetizava estas palavras.

E feriu Pasur ao profeta Jeremias, e o colocou no cepo que está na porta superior de Benjamim, na casa do Senhor. Jeremias 20:1,2.

No 6º “A Carne na Brasa”, conforme me revelou o Senhor - como dito, se revelou o mesmo a outro e desta mesma forma eu não sei, Jesus me mostrou em determinado trecho do mesmo livro de Lucas, que o certo homem, Simão cirineu, que carrega a Sua cruz, nada tem a ver com que Ele “enviará um “Simão cirineu, para carregar a nossa cruz”, como um monte tem pregado, mas aponta que a cada um de nós é dado que soframos, 'dividamos' com Ele um tanto do padecimento. Não à toa Ele nos diz para cada um carregarmos a nossa cruz e O SEGUIRMOS. Agora veja na passagem onde o cirineu caminhava, se adiante ou se atrás d’Ele, e ainda, se o tal homem estava vindo da sombra de sua varanda...

(...)E quando o iam levando, tomaram um certo Simão, cireneu, que vinha do campo, e puseram-lhe a cruz às costas, para que a levasse após Jesus. Lucas 23:26.

Em outras palavras, não adianta reclamarmos do nosso cansaço, que há um trabalho para fazermos, há uma cruz para carregarmos; em outras palavras, que rejeitemos a pregação enganosa, consoladora, que o único consolo que temos é a Sua promessa - e não garantia: não há na Bíblia uma única citação como “garantia de salvação”, todas que invocam a salvação referem-se à promessa: (...)E esta é a promessa que ele nos fez: a vida eterna (1 João 2:25).

(Falando em PROMESSA - trazendo para o plano terreno, para te facilitar o entendimento, quando um político em campanha promete algum benefício para nossa comunidade, se a comunidade não CUMPRIR sua parte no combinado certamente que não teremos o cumprimento da promessa. Assim, voltando para cima, para o espírito, e lembrando que o “Assim na terra como no Céu” da oração de Mateus 6 também se aplica aqui, medite: Porém, respondendo Pedro e os apóstolos, disseram: Mais importa obedecer a Deus do que aos homens. Atos 5:29. E, sendo ele consumado, veio a ser a causa da eterna salvação para todos os que lhe obedecem; Hebreus 5:9).

A quem couber...

(...)Filhinhos, é já a última hora; e, como ouvistes que vem o anticristo, também agora muitos se têm feito anticristos, por onde conhecemos que é já a última hora.

Saíram de nós, mas não eram de nós; porque, se fossem de nós, ficariam conosco; mas isto é para que se manifestasse que não são todos de nós.

E vós tendes a unção do Santo, e sabeis todas as coisas.

Não vos escrevi porque não soubésseis a verdade, mas porque a sabeis, e porque nenhuma mentira vem da verdade.
1 João 2:18-21.

(...)E nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus mandamentos.

Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade.
1 João 2:3,4.

No 6º A Carne na Brasa, culto onde literalmente comemos carne assada na brasa, ao final do evento, onde porem a carne que é queimada no final das contas não é a de charque (e aqui há um mistério: não há sangue na carne de sertão; logo não há a menor aparência de vida, não é “carne fresca” mas uma carne morta, como deve ser a carne - vontades - do crente. O que foi revelado a uma irmã, Vandinélia, em Fortaleza, que nunca participou do culto, o que nem eu mesmo jamais entendi do porquê de ter que ser carne-seca a ser servida), mas a nossa carne, onde ouviu-se que Deus nunca foi fiel à mim nem a você, como as pregações tem nos feito crer, mas a Sua fidelidade é unicamente à Sua Palavra; ao que Ele fala conosco: se que morreremos se não O obedecermos, morreremos; se que viveremos, se O obedecermos, viveremos, como exemplo!

Tipo assim: “(...)Acautelai-vos, que ninguém vos engane;” (Mateus 24:4); ou que: (...) Acautelai-vos e guardai-vos da avareza; porque a vida de qualquer não consiste na abundância do que possui (Lucas 12:15), ou ainda: (...)Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores (Mateus 7:15), que desta forma não cairemos “no buraco” nem nos permitiremos fazer como GADO, logo não nos tornando “filhos do diabo”, junto com os tais, como Ele atesta em Mateus 23; 15. É a isto que Ele é fiel, à Sua Palavra, ao Seu plano para conosco e não a nós individualmente, ainda mais tendo a natureza que temos. E a visão que Ele me deu com aquela caveira de boi para te advertir, se você for bom de conta, vai ver que a revelação, dado ao estado em que se encontra o povo d’Ele no sentido espiritual da palavra, e ainda da conduta de muitos, verá o quão verdadeira ela é. Mas sugiro que você ore Lhe perguntando a respeito. Esteja à vontade!

E para além do que Jesus falou pelas Escrituras no Culto, como visto de Lucas 23 mais acima, o Espírito de Deus me encaminhou um dia antes de acontecer o evento, um áudio que foi ouvido por todos os presentes, onde uma irmã, moradora no sul do Brasil, me pergunta sobre o que significaria um sonho que ela teve, em que ela via um homem, de quem ela não conseguia ver o rosto, usando um martelo para quebrar um espelho que estava atrás dela, e fazendo um barulho enorme. Sobre o que a Igreja (o povo) ali presente ouviu – e aqui a Igreja (você) que lê passa a saber, é que no sonho “trata-se de Jesus – por isso que ela não via o rosto, advertindo-a e a nós sobre as vaidades; do olhar para nosso único umbigo; e como acréscimo, e o principal, que deixemos de olhar para trás – por isso o espelho estava atrás dela, o que obrigatoriamente, para que se visse, ela teria que se voltar para trás. E que, para não soltarmos a mão “do Arado” - conforme em Lucas 9; 62, a solução está nas Escrituras - representado no martelo que Ele usou para quebrar o espelho”: Não é a minha palavra fogo, diz o Senhor, e martelo que esmiúça a penha? (Jeremias 23.29), logo a Bíblia nos sendo confirmada nesse sonho como a ferramenta que desmanchará a pedra no coração dos que recuam. E sabe o prêmio para quem obedecer? Revelação dos mistérios d’Ele embutidos nela, nas Escrituras. Quer ver experimente.

São essas coisas que acontecem nos eventos “A Carne na Brasa”, que já está na 6ª edição. E que também certamente está sendo usado por Deus como martelo sobre a vida de muitos dos Seus filhos, pelo fortalecimento espiritual dos quais Ele tem pressa, como deu bem para ver quando, sabendo pela meteorologia que choveria naquele sábado, ao orar pedindo permissão para suspender o evento, ouvi d’Ele o que discerni como a seguinte resposta: “Que louvor há no trabalho apenas do verão? Acaso não me louvaria tu também na chuva?”. Ao acordar, muito feliz, metemos a faca no dente – com louvor para minha esposa e minha cunhada, e o culto, aliás com o sucesso de sempre, aconteceu a seco: nem uma gota d’água caiu. Coisa que Ele já sabia, como também sabia que, vendo que não choveu, eu certamente ficaria mordido por ter adiado o evento, se o tivesse adiado. Zelo pelos d’Ele é o que traduz tudo isso! Só não desperdice, por olhar para os meus defeitos, que pode lhe fazer muita falta lá na frente!!!

Ame seu pastor. Só não o faça de olhos fechados, que isso não é de Deus. De olhos fechados se ama somente ao Sumo-pastor. E não me refiro ao presidente do seu campo, mas ao próprio Dono das ovelhas, Jesus Cristo – veja João 10. Certifique-se de que não há segundas, terceiras e quartas intenções sobre o que você representa para o ministério e então se jogue, ou não, na obra junto com ele. Jesus diz em João 5; 32-36, que Ele tem maior testemunho do que João, e Ele diz isso para que nos salvemos. Em outras palavras Ele quer nos dizer que não devemos idolatrar o pregador posto que a luz de quem prega tem prazo de validade, e isso pode fazer com que fiquemos para trás se eles caírem. Ele é a Luz que dura para sempre. É a isso que Ele nos chama atenção em João 5. Quer ver, dá um pulinho lá, depois.

Falando nisso eu preciso que se pergunte do porquê duma irmã, (a quem Jesus um tempo atrás havia mostrado num sonho a minha imagem - Ela morando na Espanha, missionária Cinthia, e eu aqui no Brasil, que me reconheceu ao bater os olhos na minha foto ao final dum desses textos que outra irmã encaminhou para ela) conforme áudio que me enviou essa semana, ter sonhado onde via a seguinte placa: “Precisa-se de pastor”. E ao entrar, e tendo ouvido no final da entrevista que ela somente poderia preencher a vaga se acompanhada do marido (e aqui há uma mensagem tremenda para mulheres de toda forma à frente de ministérios, onde me foi revelado a verdadeira razão desse impedimento, o que pretendo contar nos próximos textos - aliás, fique atenta, se isso lhe interessa), e perguntar qual seria o trabalho a fazer, se espantou ao saber que era apenas “orar, meditar nas Escrituras, e visitar as ovelhas”? Se você sabe que nos sonhos proféticos o Espírito Santo toma a forma das pessoas e de coisas, entendeu que trata-se do próprio Deus, na pessoa de quem a atendeu, nos advertindo, antes de tudo que há CARÊNCIA DE PASTORES, por isso a placa, e que os altares não estão orando como devem, nem meditando nas Escrituras como Ele manda, e muito menos dando atenção à Seu povo, o que está representado na visita aos irmãos” entre as tarefas). Veja que revelação terrível. E não sou eu, é o Céu que está falando. Se te cabe bote logo as barbas de molho e procure se corrigir. Não à toa ela conta que no mesmo sonho ficou sabendo que foram inúmeros os que se apresentaram para preencher a vaga mas que, inaptos, foram todos reprovados. Aliás, quando você terminar esse texto, Ezequiel 34 é uma boa pedida de leitura.

(...)Eles instituíram reis sem o meu consentimento; escolheram líderes sem a minha aprovação. Com prata e ouro fizeram ídolos para si, para a sua própria destruição. Oséias 8:4.

Mas voltando a você, se for o seu caso, ovelha que tem se permitido fazer de, ou se comportado como gado, se sua pessoa for uma das que faltaram ao 6º A Carne na Brasa, mas já esteve num sepultamento, tem conhecimento de que quando avista-se uma caveira sabe-se logo que trata-se duma pessoa que morreu faz tempo. E se for leitor/a da Bíblia, sabe do episódio de João 11, em que Jesus ressuscitou a Lázaro depois de quatro dias de morto, e sabe também que, conforme em Mateus 27:52-53, Ele, que vive para sempre, quando expirou na cruz, ressuscitou a muitos mortos de muito tempo. Logo não seria necessário muito esforço, se você fizer a conta, concluir que o que Ele quer fazer, com a visão que me deu daquela trombeta ao ouvido daquela caveira de boi, é ressuscitar a tua espiritualidade afim de evitar que você experimente o pior no grande Dia. Aliás, a trombeta está sendo tocada ao seu ouvido exatamente agora, com esse texto. Se você não percebeu ainda, é por que, a caminho de se tornar uma caveira de boi, é você também um/a distraído/a espiritual sem tamanho. E no demais, com aquela caveira, Ele está dizendo que tem crente “morto” e há muito tempo.

Eu sei da mensagem que muitos afagadores de ego preferem pregar e outros preferem ouvir, somente na parte A do versículo, sobre que “nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus”, mas é importante lembrarmos de que o versículo fecha nos lembrando que há a condicionante de que para tanto temos que viver não conforme nossas vontades, mas conforme a vontade do Espírito Santo, (...)Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito para as coisas do Espírito, conforme em Romanos 8:5, e é um chamamento à atenção a isso que Jesus está fazendo por meio desse texto, assim como faz por meio dos cultos A Carne na Brasa - sem tirar ninguém de suas igrejas, aliás.

E aproveitando a oportunidade, antes de arrematar sobre a chamada dada à matéria publicada a respeito do evento, para os que se incomodaram com a manchete, considerando que nas Escrituras cada evento reporta-se ao Evangelho e ao Reino futuro, e que uma coisa é sombra da outra, da velha à nova Aliança e delas para a Eternidade prometida, como explicar, senhores pregadores afagadores de egos, o rei Nabucodonosor, uma figura do anticristo, exigir que, para alguém lhe servir no palácio e avistar a sua face, precisava antes passar por um rigoroso tratamento, conforme em Daniel 1, e para morar no Palácio do Rei dos reis o sujeito não precisa se preparar, bastando que tenha “arribado” a mão e pronto: tá garantido no Céu??? Seria Satanás tão criterioso e Jesus não? Ou vocês se esqueceram que a 'profissão' do 'kramunhão' é exatamente IMITAR o Senhor? Agora imagine o que quer dizer o registro ali de que eles, por escolha própria não sem propósito, comeram legumes com água por três longos anos...

Outra dor de cabeça para os senhores explicarem é do por que os indivíduos em questão, ali registrados, não foram os irmãos “Qualquer da Silva” e mais três “Carne-pura dos Santos, mas Daniel, Sadraque, Mesaque, e Abednego, quatro homens para lá de espiritualizados...? Eu confesso que quando Jesus me deu o discernimento do que está embutido naquilo, eu tremi na base. Esse registro, aliás, serve também para você ver que Ele não me revela as coisas somente por sonhos – se ligue, e aguarde o texto sobre A Mulher Adúltera, de João 8. E para você que prega a Verdade, não deixe de atentar para o fato de que houve a DESCLASSIFICAÇÃO da maioria dos separados para o “curso” para estar diante do rei mau, que está ali uma mensagem que vai fazer muito ‘boi’ - com todo o respeito e amor aos irmãos “distraídos”, despertar dos enganos. E por conseguinte fugir do plano de Satanás que, com seus sapatinhos de lã, tem vindo com tudo para cima do povo de Deus, naturalmente que aproveitando-se das nossas transgressões e distrações, para tragar nossas almas.

Até lembrei duma situação que preciso te contar, que talvez te ajude a refletir a esse respeito: esses dias ouvi dum irmão, ele com 25 anos, 6 desses no Evangelho, sobre quando ele tinha lido a Bíblia pela ultimas vez, que disse que não se lembrava, mas que tinha sido “esse ano!”. Noutro caso, um irmão, obreiro numa igreja, esse com uns 50 anos e há mais de 20 na igreja, não soube me responder de pronto quantas cartas, segundo a Bíblia, o apóstolo Paulo escreveu à igreja de Coríntios. E por aí vai...

(...)Não se aparte da tua boca o livro desta lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido.
Josué 1:8.

Te observando que você faça friamente uma autocrítica sobre que tanto nesse tempo todo você cresceu em entendimento sobre o Evangelho; sobre sua meditação na Bíblia, e todo o mais que envolve o plano de Deus para sua vida – o que cabe fazer também você, com toda honestidade e franqueza, sobre o desenvolvimento das suas ovelhas, eu não sei onde você se encaixa nesse contexto, seja você um pequeno ou um grande, tendo cargo, função ou somente uma Bíblia na mão, o que eu sei é que, como Jesus te propôs uma Aliança com Sua morte naquela cruz, se você é um crente é por que você respondeu afirmativamente a Sua proposta de pacto com Ele. Desta forma, imediatamente aí à baixo está uma mensagem das Escrituras na qual você precisa refletir urgentemente, posto, quem sabe, nela poder estar a explicação para as coisas – que lá na frente ainda piorarão se você não refletir - não estar indo nada bem com sua alma nesse momento.

(...)Quando a Deus fizeres algum voto, não tardes em cumpri-lo; porque não se agrada de tolos; o que votares, paga-o.
Melhor é que não votes do que votares e não cumprires.

Não consintas que a tua boca faça pecar a tua carne, nem digas diante do anjo que foi erro; por que razão se iraria Deus contra a tua voz, e destruiria a obra das tuas mãos? Eclesiastes 5:4-6.

No mais, não sou eu que estou dizendo que “a Igreja está respirando por aparelhos”, mas o próprio Jesus é que profetizou que haveria um esfriamento e, quem sabe, até a morte espiritual do Seus povo quando Ele estivesse voltando: (..)Quando porém vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra?, conforme em Lucas 18:8. Aliás, somado ao que diz em 2 a Tessalonicense, sobre a apostasia (abandono da fé) do final dos tempos, trata-se dum excelente sinal de que enfim a impiedade será exterminada, para que procuremos catar os cacos da nossa fé a fim de que, pedindo a Ele que a refaça, tenhamos um animo de que estaremos aprovados para ao fim de tudo servirmos e avistarmos a Face do Rei.

Jesus, que me mostrou a caveira dum boi para se referir ao crente que não sabe a força que n’Ele tem, e que a consequência disso será a morte da alma, não a toa Oséias 6; 4 – 6 (Meu povo pereceu por falta de conhecimento) a ninguém prende, e a ninguém oprime. Ele só quer de nós que amemos a Ele com toda a força de nossas almas e a nossos irmãos como amamos a nós mesmos. Ele, que cobra que vivamos em NOVIDADE DE VIDA (o que fazíamos de errado antes que não façamos mais), também quer que dividamos a Verdade que está n’Ele com quantas almas mais pudermos dividir. Aliás esta é uma ORDENANÇA. Se você recebeu algum dom e seu pastor de alguma forma te impede de fazer esse trabalho (eu tenho conhecimento de alguns que tem proibido os irmãos até de se reunir em casa com outros irmãos para louvar a Deus; e outro que impede que membros de seu ministério faça a Obra – use o dom de Deus – em outra igreja) fora das quatro paredes e te disse que tudo se limita a ir aos cultos e somente ir aos cultos, ele está mentindo ou é um “boi velho” e ainda não se deu conta disso. Acerca de coisas do tipo busque o Pai, de preferência se derramando, que Ele te orientará sobre o que fazer.

Mas enquanto você não faz isso, fica aí com as palavras do Mestre e Salvador, pela boca do profeta, aos que creem:

(...)O espírito do Senhor DEUS está sobre mim; porque o SENHOR me ungiu, para pregar boas novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos presos;

A apregoar o ano aceitável do Senhor e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os tristes;

A ordenar acerca dos tristes de Sião que se lhes dê glória em vez de cinza, óleo de gozo em vez de tristeza, vestes de louvor em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem árvores de justiça, plantações do Senhor, para que ele seja glorificado
. Isaías 61:1-3.

Logo, sem esquecermos desse dever:

(...)E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. Marcos 16:15.

Veja que é “por todo o mundo” (no seu bairro já ajuda) e não dentro da tua igreja! Juízo!!!

(Copie o link e passe adiante, que a mensagem não é individual, mas para a Igreja).

Jesus é bom!

Shalom.

Antônio Franco Nogueira – a serviço do Reino eterno.

AQUI mais textos do autor.

Diretor do CFF, Antonio Franco Nogueira
Diretor do CFF, Antonio Franco Nogueira

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br