Galeria de fotos

Não perca!!

Antonio Franco Nogueira

'Eis que fiz duro o teu rosto contra os seus rostos, e forte a tua fronte contra a sua fronte. Fiz como diamante a tua fronte, mais forte do que a pederneira; não os temas, pois, nem te assombres com os seus rostos, porque são casa rebelde'. Ezequiel 3:8,9
'Eis que fiz duro o teu rosto contra os seus rostos, e forte a tua fronte contra a sua fronte. Fiz como diamante a tua fronte, mais forte do que a pederneira; não os temas, pois, nem te assombres com os seus rostos, porque são casa rebelde'. Ezequiel 3:8,9

(...)Lavrastes a impiedade, segastes a iniqüidade, e comestes o fruto da mentira; porque confiaste no teu caminho, na multidão dos teus poderosos. Oseias 10; 13.

Se ligue.

Na visão que recebi há uns 10 dias e que permearia o texto de hoje, eu estava junto com muitas pessoas viajando num barco, talvez um navio. De repente ouço uma gritaria, onde as pessoas, sorrindo e me parecendo surpresas porem felizes pelo que estava acontecendo, se aglomeravam em volta duma uma mulher muito bonita, que parecia a atriz Ana Paula Arósio, que mostrava estar voltando dum coma em que se encontrava, pedindo “Água, água...”. Onde, vendo do que se tratava e diante da gravidade da situação, diante da demora da água em chegar, aborrecido, começo a gritar que adiantassem com a bendita água senão a mulher morreria. Só que, apurando o evento, no que via uma situação real, sabia também que aquela mulher na verdade participava duma peça teatral, onde ela simulava um sofrimento. É quando observo a pintura no seu rosto, que deveria retratar o tal sofrimento, muito mal feita e vejo meu espírito me chamando atenção para o quão mal feita estava aquela maquiagem. E ponto.

Todos sabemos que em toda peça teatral há uma direção. E foi para a direção da tal direção, com perdão da redundância, que minha reprovação apontou. Mas segura um pouco que para você entender o que Jesus estava querendo dizer a mim e a você, antes é preciso que entenda isso:

Desde a minha conversão ao Evangelho – o da verdade, em 11 de abril de 2015, que o Espírito Santo me visita em sonhos e visões e me tem chamado atenção para que te advirta para o que Ele tanto tem tentado dizer, desde aos das portarias aos dos altares, mas que quase NINGUEM tem Lhe dado ouvidos. E o que ele tem usado por via desse pobre servo que te escreve, para que não haja recusa de que é mesmo Ele em mim para bem da sua alma? Os sonhos e visões enigmáticos que contados simplesmente são confusão pura mas que depois de revelados (por Ele, o que não é possível a nenhum homem mortal) não deva haver qualquer dúvida de que vem sim da Sala do Trono de Deus o que Ele tem me dado. Mas infelizmente não tem sido pouco os “loucos” que tem rejeitado tais preciosidades e zelo. Mas que fazer, além de orar e vigiar?

(...)Pela manhã ouvirás a minha voz, ó Senhor; pela manhã apresentarei a ti a minha oração, e vigiarei.

Porque tu não és um Deus que tenha prazer na iniqüidade, nem contigo habitará o mal.

Os loucos não pararão à tua vista; odeias a todos os que praticam a maldade.
Salmos 5:3-5.

Na visão acima está claro que a mulher trata-se duma figura da Igreja de Deus, por isso o aglomerado feliz com ‘o despertar’ da mulher, que está “viajando” (o povo de Deus está em viagem, de volta “para casa”, mas observe que navios naufragam, e quando isso acontece poucos são os que se salvam; por isso um navio foi usado) quase morta pela sede do Espírito Santo, mas isto por sua própria cumplicidade, que tem aceitando a verdade ser dirigida na encenação duma mentira, por isso uma peça teatral. E qual a mentira? A de que ela, a igreja, ou o povo, esteja realmente padecendo por Ele, por Cristo (Porque a vós vos foi concedido, em relação a Cristo, não somente crer nele, como também padecer por ele, Filipenses 1:29).

E como padeceríamos por Ele? Uma das formas é indo às ruas e becos, falar NA CARA de grandes e pequenos (exatamente como está sendo feito aqui, no meu caso porém, por via rede pela minha impossibilidade física) que Ele, o Senhor dos Exércitos, precisa de soldados e quer perdoar seus pecados e alistá-los para a batalha. Quando por um tanto seríamos cuspido e afrontados tal e qual aconteceu com Ele. O que não está acontecendo de verdade ente o Seu povo, por isso a maquiagem que reportaria um sofrimento que percebo ser muito mal feita, o que aponta que não está passando desapercebido, antes por Ele, e também não pelo mundo lá fora a falta de verdade no que tem tentado mostrar a igreja d’Ele, a quem Ele vê como uma “Esposa bela”, por isso a semelhança com a tal atriz; Igreja a quem, está claro, vendo o seu estado de “saúde espiritual”, Ele virá despertar dando-lhe Água antes que não poucos se percam. Mas há na Igreja os que não se sentem bem com tal enfermidade e desejam ardentemente o despertar da igreja moribunda. O que está representado nas pessoas que vibram quando a mulher desperta pedindo água. A l e l u i a. É isso que diz o enigma.

Mas se você está atento/a percebeu que na revelação acima onde se vê a alegria com o despertar “da mulher”, pedindo “água” não aparece a figura dos diretores da peça. E não poderia, visto que tal e qual acontece com não poucos diretores teatrais e similares, que se entendem únicos que podem discernir entre o bem e o mal, não aceitando “intervenção” no seu trabalho, acontece também com não poucos entre os “senhores da lei” da igreja, por isso Jesus me deu uma peça de tetro para reportar a situação. E, além de Jesus ter usado a pessoa da atriz que usou não ter sido por mero acaso, do que logo você saberá, a atenção a que Ele me tem chamado por todo esse tempo deve ser dada aos ditos “diretores da encenação" pelo que estão levando a Sua Igreja a fazer e passar, por que isso em muito O está incomodando.

Assim, se você é uma das pessoas que tem de fato preocupação para onde se encaminhará a sua e tantas outras almas ao final, por nada se distraia, antes preste bem atenção aos detalhes e pontos “coincidentes” com os quais Jesus montou a engenharia que montou para que eu viesse aqui te advertir dessa vez. Só não distraia do fato de que mesmo que você jamais tenha pisado os pés em um templo, você pode sim ser parte da Igreja d’Ele. Então vem...

Com a visitação da mulher que acordou do coma pedindo água na cabeça e já sabendo que aquele era o tema para o texto a ser escrito, estando eu na casa da minha sogra, num sítio nas brenhas do mato, e bem longe da minha casa, fico sabendo que uma pessoa, que havia cuidado do meu cunhado quando ele esteve internado por ocasião dum acidente de moto que sofrera, estava indo lá apanhar umas mangas que ele havia lhe prometido. Ocorre que quando a mulher chegou estava acompanhada do seu irmão, cunhada e do seu filho, e a surpresa foi grande posto serem todos meus conhecidos e termos nos encontrado naquele que era o mais improvável dos lugares para um reencontro. E conversa vai conversa vem, de repente ele olha pra mim e diz que teve um sonho. De pronto minhas antenas foram acionadas: epa: este pode ter sido tudo menos um encontro casual.

E para não haver dúvida disso ele, o irmão Cláudio Bispo (igreja Mundial - e aqui há um dos por quês de este sonho ter sido dado a ele - 'quem tem ouvidos ouça') olhando ao redor, disse que no seu sonho ele via exatamente o cenário da sua volta naquele momento. Aí minhas antenas tilintaram. Era como Jesus estivesse dizendo que eu estivesse bem atento ao que sairia daquela boca que aquilo não teria sido por qualquer coincidência.

“Sonhei que estava vindo por uma estada onde havia uma mulher, que ali eu sabia que estava indo fazer alguma apresentação e ela estava focada nisso, mas havia um casal numa moto onde o piloto tentava impedi-la, porem na mulher não parecia concordar. Daí eu disse que conhecia um caminho que beirava uma cerca e que era bem estreito e que por ali a moto não iria conseguir passar. Ela me acompanhou e o motoqueiro, vendo que não iria conseguir nos alcançar dado ao estreito, deu a volta por uma estrada que observei ser bem larga; só que nós adiantamos o passo e conseguimos entrar no lugar antes da moto chegar no portão, e quando chegaram não conseguiram entrar e eu via ele discutindo por não ter conseguido impedir a moça. Quando entramos notei que no lugar, que era murado com metade muro metade cerca de arame farpado, haviam pessoas com roupas normais e outras vestidas de personagens e um deles tinha a aparência dum dragão com asas, de repente o dragão subia e pegava o homem da moto com as garras e subia com ele, ficando ali somente a moto – nessa hora a mulher já não aparecia; no que a moça ia fazer a apresentação, tinha uma área, e vi as pessoas andando pela área, daí vi uma fileira de banheiros, fui para usar um mas dentro dos banheiros, de todos eles, eu vi uma bandeja com um pedaço de carne grande, cozida, com batatinhas, toda enfeitada. É quando eu observava que aquilo era muito estranho e me perguntava: como podia alguém guardar um banquete dentro dum banheiro, e ainda num banheiro sujo? Aí eu ficava naquela indecisão, se usava ou não o banheiro. Mas resolvi não usar. Aí eu imaginei que aquilo seria para uma surpresa quando ela terminasse a apresentação. Mas saí dali incomodado com aquela situação”.

E quando ele ainda estava no meio do sonho eu entendi que de fato aquela visita nada tinha a ver com manga qualquer, que era por puro proposito de Deus ele ter ido ali.

Você se lembra da peça teatral do meu sonho, e que nele o Espírito me chama atenção para que aquilo, no que se tratava da realidade também se tratava duma encenação. Agora observe que no sonho desse irmão, encaminhado a mim naquele ambiente improvável e tendo sido dado a ele a imagem do lugar no seu sonho justo para nos advertir que aquele encontro nada teve a ver com coincidência alguma, também tinha “apresentação” e pessoas vestidas com roupas comuns mas outras caracterizadas de “personagens”; e que o lugar era murado com metade muro e metade cerca de arame-farpado; e que o sujeito da moto com a mulher a contragosto na garupa tomou uma “estrada larga” para tentar alcançar a mulher que faria a apresentação; e que a moto ficou ali quando o dragão o pegou; além dum pátio onde as pessoas circulavam; e dos banheiros, todos eles, que, além de sujos continham uma bandeja com carne e toda enfeitada, onde ele sabia que seria um banquete “surpresa” a ser servido à mulher que faria a apresentação e certamente também aos presentes. E claro que também lembra da estradinha estreita que beirava uma cerca por onde o perseguidor não conseguiria passar...

01 - O que Jesus me diz é que as mulheres, tanto a da moto quanto a que faria a apresentação, são uma figura da Igreja – uma sábia e a outra tola, a sábia porem estava na moto, por isso ela era levada a contragosto, e a que entrou no murado representa a tola; a tola se deixa dirigir pela mentira (faz representação), mas a sábia resiste ser levada pelo erro.

02 - O cercado, meio muro meio cerca, representa a igreja – só que a do engando, onde há encenação misturada com verdade – por isso pessoas com roupas civis e outras caracterizadas de atores, e por isso muro e cerca (fique atento/a no que virá a ser a cerca de arame farpado).

03 - O caminho estreito por onde passou o irmão com a mulher que se apresentaria é o próprio Jesus – que dá fuga aos perseguidos mas indicando que apesar de ter estado n’Ele, que é o Caminho, tem gente se permitindo aprisionar, por isso era tudo “fechado”; mas Ele mostra também, que os que vão após os enganadores/perseguidores – que está apontando na mulher que era levada pelo homem da moto, não passarão por Ele, que é o Caminho estreito. Ademais atente que o Espírito deu uma moto: quem anda numa moto ou está atento ou uma hora cai.

04 - O personagem com aparência de dragão diz que o próprio espirito do diabo – veja Apocalipse 12; 9 - está comandando, dentro da igreja a encenação e é ele o mesmo que levará à morte antes do tempo os dos seus que não forem “competentes”. Que está representado nas garras que meteu na cabeça do indivíduo da moto que não conseguiu impedir a mulher de entrar “na igreja” (mas por que isso, se o engano estava ali dentro? Por causa da presença da cerca acima do muro – gurde bem isso aí na mente).

05 - O que quer dizer a “atriz ou artista” estar FOCADA no que faria? Diz dos que tem focado nos interesses profissionais, nas coisas seculares, carnais, e nada focados no espiritual, estado desapercebidos disso, por isso o irmão sabia que aquelas bandejas tratava-se duma surpresa. E os “diretores da peça” sabem BEM disso – dessa tendência. Por isso os banquetes estavam dentro dos banheiros. Mas o que eles, que certamente lerão esse texto, precisam atentar na revelação é para o fato de que a moto "não subiu'' - como bem físico nenhum jamais subirá aos Céus, como também não descerá ao Inferno, para onde aquele homem foi levado, ainda que esse engano tenha comprado e comprará ainda incontáveis passagem para o fogo.

06 - Os banheiros representam igrejas. Agora as perguntas são duas: o que se faz dentro de banheiros além de limpeza do corpo? E por que razão Jesus deu ao irmão banheiros sujos e não limpos senão para apontar ao povo d’Ele que estejamos atentos e rejeitemos a imundícia e vejamos “outro lugar” para nos purificarmos quando for assim???

07 - Mas veja que no sonho o irmão Claudio, ao perceber que se tratava duma surpresa para a mulher (igreja) após a apresentação, desapercebidamente, ainda que ele tenha se incomodado com a cena, ele procurou sair de fininho para “não estragar a brincadeira”. Nesse momento o que Jesus diz é que os mesmos crentes que tem se incomodado com as heresias e os enganos (ver l a Coríntios 11; 19), ao mesmo tempo há entre estes uns que se encontram distraídos do seu dever - doutra forma o que deveria ter sido feito era se abrir todas as portas para que todos fugissem de comer aquela carne contaminada).

08 - As pessoas presentes que antes da apresentação circulavam pela área indica os que estão na igreja sem saber o que fazem ali; sem o menor discernimento do Corpo e do Sangue e o que de fato representou tanto a morte quanto a ressurreição de Cristo para suas vidas e o que aquele Sacrifício requer de nós, mas que antes disso tem se permitido entreter pelo engano – que está apontado em que todos ali aguardavam a apresentação. Uma lástima.

09 – Enfim a Cerca de arame farpado acima do muro. O que nos traz algumas perguntas: A grosso modo seria fácil uma pessoa, ainda mais em sendo mulher, nova ou velha, ou ainda uma garotinha, sem ter onde subir, pular um muro de tijolos? Não. A grosso modo não. Agora e em sendo parte muro e parte cerca, daria para, pisando na mureta, passar a perna e passar entre os arames? Sim. Em tese sim. Pois saiba, e se regozije, que a Cerca de arame farpado trata-se do Espírito Santo (assim diz o Senhor). Espirito Santo que sempre esteve SOBRE o muro do engano, o muro das prisões, oferecendo fuga, ávido por estender a mão, chamando “para fora”, a todos que estiverem atentos à Sua voz (veja João 10), ou você acha que foi por qualquer acaso que Ele deu o muro com essa configuração ao irmão Cláudio nesse sonho que sabia que seria contado a mim e que a revelação me seria dada e viria parar aqui para você saber do quadro em que se encontra a Sua Igreja e então desperte para não ficar para traz? Porem quando alguém passa por entre arames farpados é muito provável que deixe uma tirinha do couro no arame. E sabe o que isso representa? Representa que é o Espírito de Deus arrancando de nós as nossas vontades e preferencias, que nos leva a pagar um preço por nossa distração, o que sobremaneira “nos dói”. Mas nos salva! Basta que não tenhamos medo ''de arranhões''!

Tá assustado/a né? Fique não: fique esperto/a, que tem mais, quer ver espia:

10 – A Mulher, figura da igreja, que vinha a contragosto na garupa da moto trazida pelo homem, e que o irmão já não a avistava ali quando ele foi levado pelo dragão, representa a Igreja ARREBATADA (Assim diz o Senhor!!!). Mas preste atenção que ela, apesar de ter sido forçada a chegar até ali, foi arrebatada porque estava FORA do portão. O que diz que ela era um dos que já tinham saído “dos muros”. Ou seja, ouvido a Voz do Salvador, que diz que ou prestamos atenção n’Ele ou a coisa se complica (Eu, porém, não recebo testemunho de homem; mas digo isto, para que vos salveis. João 5; 34) - porém leia o contexto da passagem, que você será mais despertado/a para o que Ele nos adverte.

Falando nisso, eu sei que você já deve estar se fazendo muitas perguntas. Mas, diante da visão que Ele me deu em resposta à oração que Lhe fiz essa noite sobre o texto, que já estava na metade, já que falamos sobre engano deixa eu te sugerir o acréscimo de mais uma: pergunta o que Ele quis dizer com a visão que me deu com aquelas frases no céu, que pareciam escritas com nuvens, onde eu ao apurar as vistas ansioso para ver “o que Deus estava escrevendo” de repente noto ao invés disso, que não era de nuvens mas de algo similar (talvez fumaça) que na verdade eram escritos os nomes e frases como que alguém homenageando alguém, e que de repente começava a se desfazer, senão para dizer algo como que tem gente achando que tem o nome escrito no Céu mas que na verdade é somente “fumaça”, e outros que tem homenageado aos homens em lugar d’Ele e que Ele tem apagado esses enganos da Sua morada, e que nisso não há consistência alguma???! Queimou os miolos? A ideia é exatamente essa!!!

Ana Paula Arósio... sei que você lembra e deve estar curioso/a para saber a razão de Jesus ter separado aquela atriz para representar a Sua Igreja. E aqui vai:

Eu já disse em tantos outros textos que a minha mensagem bíblica de bolso e de cabeceira (diuturna) é Jeremias 23; 24 (Esconder-se-ia alguém em esconderijos, de modo que eu não o veja? diz o Senhor. Porventura não encho eu os céus e a terra? diz o Senhor. O que quer dizer que NINGUÉM tem sua vida escondida d’Ele e que Ele está a todo tempo com os olhos, seja de amor ou de fogo, sobre nós, assim como ouvindo os nossos pensamentos (falando nisso semana passada Ele me fez ouvir bater uma porta de carro e tocar a companhia da minha casa, só que eu estava na casa da minha sogra, em Monte Gordo, a quase 30 quilômetros de casa. Imediatamente disse à minha esposa que Jesus estava nos mandando ir para casa por que tinha algo para acontecer lá, mas estava claro que era alguém que nos procuraria em casa. E de fato: era a missionária Fátima Veloso a quem Ele já havia visitado na madrugada e lhe dado uma visão dizendo, conforme a própria: “Vá a Camaçari, ter com Meu servo”. Ela bateu na minha casa no mesmo dia às 06 da manhã). Então, sabedor que Ele é da beleza da tal atriz, mas também do quão problemática e de natureza difícil é a moça, Ele a selecionou.

Porem no que Ele está dizendo que sabe que Sua Igreja, tal e qual a referida atriz, É CHEIA DE VONTADES, com a seleção dessa moça – que já não é mais nenhuma mocinha como também não é novinha a Igreja, Ele também mostra que vê Seu povo como um povo bonito. Porém, assim como a bela das telas agora se humilha para recuperar ‘a fama’, Jesus mostra também que Sua Igreja será levada a se humilhar a Ele para que Ele a socorra. Ou você acha que é bonito uma pessoa desmaiada, caída ao chão, aos pés das pessoas? Ele porém virá com a Água se a igreja, agora acordada, Lhe pedir! É isto que Jesus me diz sobre ter escolhido aquela atriz. Aliás aproveite e pesquise sobre a moça nas condições atuais e por que chegou a tais condições.

(...)E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.
2 Crônicas 7:14.

Sei que você, se é acostumado a me ler deve ter observado não tantos intervalos com os textos bíblicos de sempre. Mas é por que há muito para dizer e se você estiver prestando atenção, algo deve acontecer contigo que te levará a jamais ser o/a mesmo/a perante o Senhor. Isso se você O teme. E se você chegou até aqui é por que dalguma forma você O teme. E melhor, não quer continuar enganando, sendo enganado/a nem se enganando. Mas por que eu estou dizendo isso? A visitação que Jesus me fez me mostrando agora a apresentadora Angélica vai te dizer...

Depois de ter recebido o irmão Claudio na casa da minha sogra e ouvir o sonho que Jesus lhe deu e entender que havia proposito d’Ele naquele encontro, pedi a Deus que me confirmasse aquilo, me mostrando a razão de a Sua Igreja estar naquela situação. E Ele veio:

Na visão eu me via dentro duma igreja de bandeira muito conhecida e poderosa em número de membros. Eu estava um pouco a retaguarda do pastor, meio ao lado mas um pouco distante do púlpito. E quando eu olho para traz do altar noto um biongo com um balcão, desses que vemos nos supermercados, onde havia umas carnes e linguiças penduradas. Estava claro para mim que alguém comercializava ali mesmo aquelas mercadorias. De repente ouço o pastor anunciar a apresentadora Angélica (outra mulher muito bonita, não mais uma garota, e de natureza difícil. Porém, conforme o próprio marido, diferente de Ana Paula Arósio, Angélica não é “afetada pela fama”; e apesar do que representa a moça na visitação, Jesus, que coloca em sequência as diferenças apesar da semelhança duma com a outra na beleza, primeiro a arrogante e depois a humilde, mostrando como Ele quer que seja a Sua Igreja: Bonita porém abundante em humildade.

Mas quando ouço o pastor anuncia-la, e olho para traz, além de vê-la aparecer lá detrás correndo exatamente como fazem os artistas animadores ao entrarem no palco quando são anunciados, percebo que o biongo, que até ali era somente num cantinho, agora se transforma em todo o espaço de onde surgiu a moça. Então olho para a nave da igreja, que estava lotada, e vejo as pessoas atentas à entrada da artista. E me vejo numa reprovação àquilo de tal forma que nem percebo o pastor entrar em oração. É quando, tentando acompanha-lo na oração, me vejo atrapalhado nas palavras e levado a orar noutra direção: pedindo a Deus que tivesse misericórdia do povo d’Ele e que tirasse a cegueira da Sua Igreja.

Não precisa eu dizer que a revelação dessa visão, no que aponta que há comercio carnal na igreja – que está no biongo cheio de carne atrás do púlpito e em cima do altar, também aponta que esse comercio é MUITO MAIOR do que se possa imaginar. O que é apontado pela hora em que o biongo cresce tomando todo o espaço à retaguarda do púlpito; não precisa eu dizer que na revelação está apontado que a igreja está inerte mesmo diante de tudo isso – sim, por que na visão todos ali viam o biongo das carnes mas a atenção deles estava toda na mulher que entrava e antes disso no pastor – e depois na oração pela entrada da artista. Mas tão grave quanto está no fato de que Angélica representa a igreja sendo levada a entreter a própria igreja sem que o povo se aperceba disso. Claro: comendo carne e se alimentando da mais imunda das carnes como é a linguiça... ou você acha que o Espírito Santo colocou aquelas linguiças penduradas ali somente para enfeitar???

Ademais, as duas artistas, que ainda virão a se converter a Jesus Cristo, anote isso - doutra forma a Igreja d’Ele se perderia, foram escolhidas também para representar que assim como os artistas, que vão para onde rende um cachê mais alto, a Igreja – entenda o povo, tem estado onde se tem oferecido mais secularidade. Mas se quiser ler carnalidade pode. Mas se preferir ler Palha também pode ser.

Entretanto o que me consola é que Jesus está levantando os que orarão na direção contraria à tapeação, conforme fez comigo e está fazendo com tantas outras almas, a exemplo do irmão Cláudio, a quem Ele deu aquele sonho TERRÍVEL. E Ele, Jesus, tem me dado não poucos sonhos e visões me dizendo, e me cobrando, que os use para advertir ao Seu povo e exortar sobretudo ‘’os senhores da lei’’. Mas não tem sido fácil. Porém não serão os arrebanhados para a resistência, como diz o irmão Bruno em Portugal, ele que veio parar em meu WatSapp com sonhos para ver se Jesus me dá a revelação dos enigmas, mas Quem vai na frente é o Espírito Santo. Se quiser rejeitar que rejeitem. O que me basta é o que está sendo visto ser feito pelo Pai, e como Jesus está me vendo lá de cima.

Inclusive, para encerramento, vou te deixar um áudio que recebi doutro irmão, onde Ele, o Unigênito de Deus, o visitou falando da minha pessoa, lhe mostrando no meu peito, em lugar dum coração de carne uma pedra de diamante – se lembre que como a água demorava o Espírito me levou a berrar para que a Água chegasse logo à mulher que despertava. E sabe por quê o Espírito Santo fez isso, mostrando àquela pedra ao irmão? Por que Ele, que a tudo vê, me viu muito angustiado depois duma conversa muito dura que tive com um pastor, a quem inclusive quero muito bem mesmo que o sentimento dele para comigo não seja o mesmo, conforme me disse o próprio Jesus Cristo – e Ele me disse isso por duas vezes (como quem me adverte que eu vá mas que eu vá sabendo o que vou encontrar. Certamente para que eu exercite o meu amor pelo próximo) o que fiz o pastor saber durante o embate que tivemos sobre os equívocos com que as almas estão sendo conduzidas. Me dizendo Ele que “não iria fazer seu trabalho baseado por sonhos” (botando palavra na minha boca), quando eu não estava dizendo isso, mas pedindo que ele orasse pedindo confirmação a Deus. Ele, que tem rejeitado os avisos de Deus a mim dado pelos sonhos, só não soube me responder sobre quem são os maridos da mulher samaritana, de João 4, a mim revelado pelo Espírito Santo, lhe mostrando que Jesus me dá revelação também nas Escrituras, como também não tinha o entendimento do que está em Ezequiel 5; 1-4 (agora ele tem - e conclamo a que, se te cabe, você medite nela também), mas foi resistente deveras às minhas observações de que estão “matando” as famílias com uma tal programação “para as famílias”, que por ordem “da direção” devem estar na igreja todos os dias por 30 dias ininterruptos (daí, como uns trabalham e outros estudam, mulher não tem tempo para atender o marido, o marido não tem tempo para atender a mulher, os pais não tempo para atenderem os filhos, a casa não é arrumada, a comida para o dia seguinte não é feita, ou se feita é queimada por ela cochilando no pé do fogão; pai, mãe e filhos não tem tempo para meditarem sozinhos nas Escrituras, e por aí vai. Na programação, nada sobre arrependimento de pecado e muito menos sobre santidade). Fiquei muito feliz, por que vi que meu Deus aprovou minha atitude. Doutra forma Ele mostraria ao irmão Jair no lugar do meu coração uma batata podre e não um diamante.

(Agora eu entendo por que razão a primeira página entre os profetas que li na Bíblia, foi exatamente Ezequiel 3. Sugiro depois dar uma olhada lá).

Porem sobre o diamante no meu peito, que está descrito logo à baixo, o que não me assoberba, só me deixa muito feliz – até por que mesmo sendo o mineral mais resistente que há ele não é indestrutível, não posso e nem quero esconder que aquela foi mesmo uma das melhores noites de toda a minha vida. E como ser diferente para uma pessoa que fica sabendo que o Pai, O Deus todo poderoso, o está vendo com um diamante brilhante no lugar em que normalmente se tem um coração carnal? Eu não resisti, me perdoe, era para deixar que você clicasse no áudio, mas é que, se você achou duras as palavras escritas aqui ou me acha duro quando conversamos sobre sua alma pessoalmente, eu precisava te dizer que Jesus concorda comigo e manda sim, que eu seja duro, e duro pra valer, que a conversa é a sua salvação. E caso não saiba, isso também é uma expressão de amor. Ele, porém, como o diamante mostrado ao irmão era uma pedra com duas pontas, manda que eu, assim como você, quando tiver que ser duro com alguém, que também sejamos duro com nós mesmos. Por isso as duas pontas na pedra.

Assim, satisfeito pela entrega de hoje, e sugerindo que é melhor se aplicar em Malaquias 3; 16 (se te cabe, eu disse 3; 16 e não o mau uso de 3; 10, olhe lá) do que em Miqueias 3; 1-7, a pedida é meditar e refletir, mas refletir e meditar MUITO, e com rogos e súplicas, no capítulo 4 do profeta 'dos dízimos’.

Áudio aqui.

Assim diz o Senhor!!!

Shalom.

Antônio Franco Nogueira - a serviço do Reino eterno.

AQUI mais textos do autor.

Antonio Franco Nogueira - a serviço do Reino Eterno
Antonio Franco Nogueira - a serviço do Reino Eterno

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br