Galeria de fotos

Não perca!!

Antonio Franco Nogueira

Pastor Alan Capriles
Pastor Alan Capriles

(...)Examinai tudo. Retende o bem. 1 Tessalonicenses 5:21.

Precisou um homem de Deus cair doente, na verdade ser posto doente, para eu enfim cair na real, depois de ouvir dele o que ouvi nessa tarde. Ele, um sujeito comprometido com as coisas do Céu como não é muito fácil de se ver nos dias de hoje, muito humildemente, disse, num áudio que enviou ao meu WatSapp, e que ele havia gravado para a igreja que pastoreia, que enfim havia entendido por que havia sido acamado por 10 dias: Jesus o pôs doente por que ele havia feito com Ele um propósito e havia quebrado.

O que aconteceu com o pastor carioca Alan Capriles, que não consegue conter a emoção ao fazer a confissão, justo por que o evento tratava-se duma situação pessoal dele para com o Pai e ainda assim se deu como se deu, é um exemplo incontestável de que pelo tanto que se tem errado na forma com que se tem feito a Obra de Deus, a pena não será nada leve para esses tais naquele dia. O pastor Capriles, que é intolerante às doutrinas humanas implementadas no Evangelho não negligencia o comissionamento que lhe foi outorgado pelo Espirito Santo de tal forma, que precisou gravar um vídeo e publicar no seu canal no Youtube, dando satisfação a cristãos que o acompanham, pelas respostas aos irmãos que estava sem tempo de dar posto que, além da igreja que cuida, o tempo não tem sido suficiente de o fazer por atender também a chamados para pregar e a convites para visitas à famílias desesperadas, que tem se sentido desapontadas com o que tem visto e ouvido nas igrejas em que congregavam.

(...)Quando a Deus fizeres algum voto, não tardes em cumpri-lo; porque não se agrada de tolos; o que votares, paga-o.

Melhor é que não votes do que votares e não cumprires.

Não consintas que a tua boca faça pecar a tua carne, nem digas diante do anjo que foi erro; por que razão se iraria Deus contra a tua voz, e destruiria a obra das tuas mãos?
Eclesiastes 5:4-6

Ao ouvir seu depoimento sobre a experiência que viveu esses dias e, ao me recordar da passagem, e recomendar que sim, que sua conclusão está correta e que o seu entendimento é outorgado pelo disposto em Eclesiastes 5; 4-6, de cá levei o meu tanto: me recordei que também eu tenho cá minha satisfação a dar a nosso Pai. E posso também não ter passado os meus exatos 10 dias de cama por outra razão que não por um puxão de orelha igualmente.

O pastor Alan Capriles havia prometido um jejum a Deus. Mas uma situação, como um convite duns irmãos para visita-los, noutra cidade, suponho que afim de ouvir dele um aconselhamento, o levou a, preocupado em não deixá-los “comendo sozinho”, suspender por aqueles dias o proposito, com o entendimento de que “Deus o compreenderia”. E Deus o compreendeu, mas não sem deixar bem claro que com Ele o proposito, se uma vez feito, deve ser cumprido e que gloria d’Ele é gloria d’Ele: não se pode dividi-la com ninguém, ainda que seja uma “mínima coisa”, muito menos o quebrar de um Jejum pela razão qual foi quebrado: 'pra não deixar alguém comendo sozinho'. E o resultado foi 10 dias de cama. E com o detalhe de que por via duma infecção intestinal, pra não restar dúvida.

Alan Capriles, que me disse que Deus teve misericórdia dele, não o matando, o que nos reporta ao rei Davi - e olhe que foi o rei Davi, que pelo pecado contra seu soldado, logo também contra Deus, teve sua vida poupada porém não livre do que sofreria por consequência daquilo, conforme em 2 A Samuel 12, aprendeu e ensinou bem a lição. E aprenda que nos planos de Deus não há acasos e muito menos adaptações. Creia nisto, até o que você pensa que Ele “mudou” Ele não mudou, mas faz-se exatamente conforme o planejado desde o início de tudo, e assim vem seguindo inexoravelmente imutável até sua conclusão. Inclusive esse texto era da ciência d'Ele que seria escrito, quer você acredite ou não, e um preço seria pago se não houvesse minha obediência, isto para sua reflexão sobre o que você está fazendo com o que tem te sido entregue para que seja feito.

E o que aprendi vim dividir com quem possa interessar, que se com o irmão Capriles aconteceu como aconteceu, sendo importante observar que no caso dele a iniciativa partiu de baixo para Cima, ou seja, dele para Deus, o que então não acontecerá com aqueles com quem a iniciativa ocorre na ordem inversa, de cima para baixo, ou seja, de Deus para alguém, se isto for negligenciado? Então o Espírito imediatamente me acusou do tanto que me é confiado para entregar e que ainda muito disso tenho guardado comigo. E Ele tem cobrado não uma mas algumas vezes. Por isto isso agora. E como Ele me cobrou doutras vezes, vou te dar apenas duas dicas para você ver a seriedade da coisa e não desprezar o que me foi cobrado que devo te dizer no texto de hoje, que está no coração d’Ele acerca do que está se passando entre o povo d’Ele:

Pausa:

(...)A ti, pois, ó filho do homem, te constituí por atalaia sobre a casa de Israel; tu, pois, ouvirás a palavra da minha boca, e lha anunciarás da minha parte. Ezequiel 33:7.

No sonho daquela noite, depois de orar pedindo mais sonhos reveladores, eis que estou ao telefone celular, mas que, enquanto noto a minha voz ser transmitida normalmente, percebo que, como que por algum defeito, nada ouço ou chega ao receptor do aparelho. E ponto.

Revelação:

- A ti Eu te tenho ouvido. A mim tú não quer me ouvir!

Foi uma pancada. Logo entendi que Ele se referia às mensagens que Ele já havia me dado nos sonhos e revelado, que eu ainda mantinha comigo, sem entregá-las.

E para que eu não tivesse dúvida alguma de que era isso de fato, na noite seguinte, diante da oração Lhe pedindo uma confirmação sobre o que, do que estava comigo, era o que eu deveria efetivamente entregar, essa foi a resposta que recebi:

Eis que vejo um homem de certa idade me entregando uma caixa, dessas de padaria, cheia de pão-vara, que não o cacetinho, mas pães bem grandes, que estou comprando FIADO, quando me vejo dizendo ao homem que aqueles pães era PRA MUITAS FAMÍLIAS. Nessa hora, ao apanhar a caixa que estava comigo, para dar ao homem em substituição a que eu estava recebendo cheia de pães, observo que nela ainda havia muitos pães, que ali sei serem pães velhos. É quando digo ao homem que era preciso que os aproveitássemos, ainda que fosse numas torradas, pois fazia pena desperdiçá-los. E ponto.

A revelação

Os pães são as mensagens; o serem GRANDES representa que elas vem DIRETAMENTE d’Ele para te entregar, e que são EXTREMAMENTE IMPORTANTES; o ser para MUITAS famílias, representa que tais mensagens deve ser entregues AO MÁXIMO de pessoas. E os pães VELHOS são o motivo pelo qual Ele me disse que eu NÃO O ESTAVA OUVINDO no sonho do telefone, que está no tanto que Ele tem me dado a te falar mas que ainda está comigo - por isso 'o fiado', que mostra que estou DEVENDO. E o ‘fazer as torradas’ para não perder os pães, é Ele me dizendo: “Não admito prevaricação, ENTREGA! Não desperdice nada do que tenho te dado!!”. E assim será feito!

Me diz que isso é pouco chocante...?!

Apesar de não ser nada fácil fazer com que muitos recebam, é importante dizer, nem que seja por e-mail, carta, bilhete, telefonema ou grito ao pé de janelas, o que me for dado para entregar será entregue; seja para meus "senhores" ou minhas "senhoras", para os humildes ou para os da turma da soberba, comigo não guardo mais.

A irmã Madalena, cunhada da minha esposa, serva a quem Jesus Cristo muito tem visitado em sonhos de forma tremenda, antes para falar da pessoa dela e do seu dever para com seu esposo, ele um homem rude, julgado por todos como ‘um bruto’ mas cujo coração é de um pensar bem diferente pelas visitações que ela tem recebido acerca do tanto que o Que realmente conhece aquele coração tem a recomendado sobre sua obrigação para com aquela alma (o que deve levar muitos a refletir melhor no disposto em 1 A Coríntios 14/35), me procurou para contar um sonho “muito estranho”, conforme a própria, e que em muito a havia intrigado. E contou:

Nas palavras dela:

Sonhei que tinha sido convidada pra pregar na igreja (nome suprimido, bastando saber que trata-se duma denominação pentecostal tradicional, grande e muito conhecida), e quando cheguei vi um cavalo branco todo cheio daquele remédio roxo, tipo mata bicheira. No sonho eu sabia que tinha que pregar segurando as rédeas daquele cavalo, que eu sabia que se eu soltasse ele pisava o povo. Quando cheguei no púlpito com o cavalo, eu fiquei atrás do púlpito, que estava na parte de baixo do altar, e bem do lado tinha uma rampinha que era pro cavalo subir ali de ré. O cavalo subiu o corpo, e a cabeça ficou do meu lado, segura pela rédea. O pastor tinha me dito que meu tempo era de 15 minutos, mas eu preguei tudo que tinha pra pregar e quando acabou o pastor estava com uma cara enorme porque eu passei do tempo, mas eu nem liguei, sentei, sempre com o cavalo seguro. E quando acabou o culto eu tinha que sair e soltar o cavalo num lugar onde não houvesse ninguém. E acabou o sonho. 

Temos, eu e o pastor Alan Capriles (ele tem um canal no Youtube onde prega sobre isso), uma sintonia muito afinada acerca do zelo com que deve ser tratado o Evangelho de Jesus baseado na doutrina dos apóstolos, ou na sã doutrina, como também a Bíblia chama, e não tenho dúvida alguma de que o evento com ele e ele vir me contar a respeito não foi obra doutro senão do Espirito Santo. E tudo por amor a você através da nossa pessoa. E como nada, absolutamente nada do que Deus começa a fazer Ele deixa sem conclusão e confirmação, depois de me advertir sobre minha prevaricação para com as mensagens ainda comigo, Ele fez o pastor Alan me enviar essa exata mensagem, que havia recebido duma irmã lá da sua região, suponho que também do Rio de Janeiro:

“Muito forte ter ouvidos para ouvir!!! Meu espirito está clamando, estou perdida, tantas coisas, que colocaram Jesus para fora do meu coração, estou séptica, as vezes acho que só existo!! Que tristeza entender que o meu pecado doeu em Cristo; o que fiz com meus dias??? Não, não, Senhor não apague o meu nome do livro da vida!! Tenha misericórdia de mim!! Não consigo acreditar mais em instituições precisamos ser firmados na palavra que é a verdade que transforma e liberta!! Estamos cegos com tantas vans doutrinas, para onde correremos??? Oh Senhor, abre meus ouvidos para ouvir!!!, Sim, vivemos tempos difíceis e consigo através da tua escritura examinada por meus irmãos entender que o pai ama por isso corrige!! Me fortaleça em ti amado pai!! Preciso voltar ao primeiro amor!! Oh amada obrigada por compartilhar orem por nossa casa!! "

Não creio que ainda será necessário eu forçar sua mente para você entender que, vendo Jesus o que Ele está vendo que está sendo feito com o povo d’Ele aqui embaixo, por um bocado de sem noção - e quem sabe seja você uma dessas criaturas, todo o ocorrido com o servo carioca d’Ele, no encontro cibernético de hoje comigo, pelo visto, tanto no que você verá na revelação do sonho da irmã Madalena e do que viu no desabafo da irmãzinha aí acima, é TAMPA E PANELA dum grito do Céu para que tanto você, ovelha desatenta quanto você, pastor “distraído”, tome conhecimento que Ele não está nada feliz com o que tem visto ser feito com Seu Evangelho e com as almas.

(...)Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas?

E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade.
Mateus 7:22,23.

Na revelação do sonho da irmã Madalena o detalhe de o cavalo ser branco mas cheio de ferida, é o engano com que muitos tem conduzido o povo: é 'branco' mas não é do bem; ela saber que se soltasse o cavalo ele pisaria o povo, é Ele advertindo que o engano pode matar; a rampa por onde o cavalo tinha que subir (nas igrejas que eu tenho ido jamais vi uma rampa para cadeirante dando acesso ao altar), é Jesus mostrando que o mal está tendo acesso fácil aos altares; o cavalo ter que subir de ré, está claro que é dizendo que o mal sempre estará de costas para o Senhor; o pastor dar 15 minutos para a pregação e se aborrecer porque “passou da hora”, é a manifestação viva do engano na condução da igreja, de como se está ''preocupado'' com a pregação da Palavra em determinados lugares; e ela ter que soltar o animal onde não houvesse ninguém, é Ele dizendo da Sua misericórdia ainda com Seu povo.

Mas quando e como é que essa misericórdia se manifesta, senão quando Ele vê um coração arrependido? E quando foi que se viu o sujeito reconhecer que errou e, se humilhando, perante Ele e também perante Suas ovelhas, de forma clara e sob lágrimas, e mais em rede aberta, numa manifestação inconteste de que há mesmo ali um coração contristado de arrependimento e reconhecimento do seu erro, e mostrando naturalmente como também ele é passivo de ser repreendido, como fez o pastor Alan Capriles?

Pausa

(...)E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição.

E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade.

E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita.
2 Pedro 2:1-3.

Contudo, antes que, em sendo você um que pretende se tornar um “desigrejado” como fez a irmã do desabafo mais acima, por se sentir mal ‘ordenhada’, vou fechar com uma mensagem que Jesus me passou ao me ouvir orar sobre certa ‘colocação’ que ouvi um irmão fazer em um dos cultos que assisti. E esta foi a oração: “Senhor, o que foi aquilo? Me diz a respeito”. Só que Ele, conforme em Jeremias 23; 24, que diz que ninguém consegue se esconder do alcance dos Seus olhos, viu que em meu coração estava uma pergunta que indicava que eu tinha em mente algo que podia ter como resultado minha saída da igreja – da igreja, e não da presença d’Ele.

No sonho que Ele me deu, eu estava do lado duma igreja, onde estava acontecendo um culto, ali eu tinha que sair de onde eu me encontrava para ir para o outro lado do prédio. Só que para passar eu tinha que cruzar o prédio, posto que não havia outra passagem. Nele haviam duas portas, uma lateral e outra frontal, sendo que as portas estavam bem próximas uma da outra, quase juntas na quina do templo, coisa de 1 metro de distância da entrada duma para a saída da outra. E quando eu estou entre uma porta e outra, ao ver uma irmã orando, em pé perto duma das portas, antes de seguir resolvo dar uma olhada para o centro do lugar, que é quando noto umas pessoas também orando como a irmã da porta mas me chama atenção outro tanto de gente com os olhos abertos, e sigo em frente.

A revelação

- O caminho é por dentro. Mas tu não se envolve com ela!

Ele dizer que “o caminho é por dentro”, é quando não tenho outra opção para atravessar sem que seja por dentro do prédio. E o não me “envolver com ela”, está em que no sonho as portas foram colocadas uma pertinho da outra, e não uma no fundo e outra na frente, ou uma no meio da lateral do prédio e a outra do outro lado dele. Porém o não me “envolver com ela” nada diz de eu não me envolver com os irmãos, mas não me envolver com os erros que vem se cometendo nas igrejas. Recorde que a pergunta partiu da minha estranheza com o que o pregador falou...

Mas o que mais deve te chamar atenção, é com o fato de que somente a metade dos irmãos orava de olhos fechados e a outra metade estava de olhos abertos. Numa referência exata ao que vemos em Mateus 25, onde apenas a metade estará pronta quando Jesus voltar.

O caso é de vida ou morte, e conclusão é que estou muito feliz de, em apenas um texto ter conseguido, além de ter sido usado para dar honra a um dos Seus servos que tanto tem se debruçado em favor das almas que tem estado tão desoladas pelo que elas tem presenciado, te entregar esse tanto de revelação que estava guardado comigo, no meu "depósito", como diz o irmão Luiz Shimoyama, do canal REINO ETERNO, e que em muito vai te ajudar a se corrigir perante o Senhor, te trazendo não a morrer mas a viver, que é o proposito d’Ele com essas visitações à minha pessoa, no tanto que me cabe dentro do Evangelho. Mas muito mais ainda por saber que Ele agora, diante da obediência enfim às Suas ordenanças, como quer fazer com você, sorri para mim.

E de fato Ele sorri posto que, com o texto pronto, ao orar a Ele essa noite, Lhe perguntando como seria o texto no ar, o sonho que Ele me deu foi de mim, parecendo numa área rural, mostrando a umas pessoas onde elas deveriam pisar, para que não escorregassem, num caminho que parecia bem estreito e sobre uma pedra! Mais claro nem cristal.

Assim, agradece, agradece e agradece, por tanto zê-lo dum Deus todo-poderoso, que tantas "águas" move por um povo como somos, de tão dura cerviz, que tanto tem buscado fazer prevalece não a d'Ele mas a nossa vontade pecaminosa, que na verdade tem preferido muito mais a morte do que a vida, mas que tem contado, mesmo que a contra-gosto, vamos combinar, com o que não se pode medir em paciência para que não aconteça assim.

Entretanto, porém, todavia...

(...)Vede que ninguém dê a outrem mal por mal, mas segui sempre o bem, tanto uns para com os outros, como para com todos.

Regozijai-vos sempre.

Orai sem cessar.

Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.

Não extingais o Espírito.

Não desprezeis as profecias.

Examinai tudo. Retende o bem.
1 Tessalonicenses 5:15-21.

Assim diz o Senhor!

Shalom.

Antonio Franco Nogueira - a serviço do Reino eterno.

AQUI mais textos do autor.

Antonio Franco Nogueira - a serviço do Reino eterno
Antonio Franco Nogueira - a serviço do Reino eterno

 
Banner

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br