Galeria de fotos

Não perca!!

Antonio Franco Nogueira

Depois te conto como Deus veio a mim e me disse sobre a pessoa não cumprir a palavra que dá, o que não citei nesse texto.
Depois te conto como Deus veio a mim e me disse sobre a pessoa não cumprir a palavra que dá, o que não citei nesse texto.

“Paulo acredita’va num sentido metafísico de tudo: atemporal, anterior a tudo, e que estabelece que cada coisa acontece, seu naufrágio, sua ida pra Malta, sua chegada à Roma, sua queda [do cavalo] a caminho de Damasco, tudo tinha um plano, obscuro, por um certo caráter meio Parkinson de Deus, que escreve certo por linhas tortas [gargalhadas na plateia]”. Isto que você acaba de ler, trata-se de parte duma resposta dum certo historiador, professor universitário, palestrante, e ateu, Leandro Karnal, a um jovem aluno, tripudiando da crença do rapaz e o desconcertando diante duma sala lotada, sobre a fé inabalável do apostolo Paulo. A quem o garoto antes havia dito admirar muito. Logo, um de crença avessa a do insensato, soberbo, e prepotente professor. Que não à toa tem por sobrenome Karnal.

Apesar de ser de suma importância a citação sobre o comportamento desse senhor, sobre o seu desprezo à fé do moço e, sobretudo, da Pessoa, santidade e poder do Criador, ele que tanto fala sobre ética em suas palestras mas que causa tremendo desconforto a um aluno seu diante de seus colegas de classe, e pior, indo louca e propositadamente à linha perigosa do acinte ao Altíssimo e perfeito Criador – para quem não sabe, Parkinson é o nome duma doença degenerativa, que, pelos tremores, impede o acometido por ela de ser preciso nos seus movimentos – ainda que haja um propósito tal citação seria desatino meu ocupar o texto com mais desse indivíduo, já que tenho comando do Alto para lhe trazer acerca do quão sério é o que dispõe certo trecho do capítulo 32 do livro bíblico de Êxodo – para quem crê.

Então sigamos.

Voltando um capitulo, porém, em Êxodo 31, há lá disposto sobre que os talentos que o homem tem os tem porque a ele foi dado - sim: tudo o que você traz de habilidade vem de Deus, quer você queira quer não, desde a perfeição com que se limpa uma casa à ciência exata com que se constrói uma bomba. Sim, uma bomba. Afinal, Deus criou o bem e o mal (Isaías 45;7). E nisto aplica-se o dito cientista, arrogante para com Deus e para com sua plateia e impudente para com sua própria alma, como apontado na abertura do texto. Mas até um abrir e fechar de mão só lhe é possível por que vem do Alto a força que lhe permite esse simples movimento. Vá pensando e se acostumando com isto. No entanto, e espero que não se aplique a você, vem se preferindo, ao invés de agradecer, agredir à Quem lhe dá a dádiva, como faz tanto o especialista em ciências acima, como, de novo, se isto se aplica a sua pessoa, também você, em quem não deve haver mal mas que há, seja mecânico/a, de toda ordem, engenheiro/a, cozinheiro/a, professor/a, zelador/a, medico/a, empreendedor/a, de toda ordem, administrado/a, de toda ordem, jornalista, pregador, orador, de toda ordem, garçom,  arquiteto, cabeleireiro/a, manicure, motorista, pastor, mestre, de toda ordem, entre outros tantos talentosos profissionais que vivem dispersos acerca da origem de suas habilidades.

Mas, como no capítulo 31, muitos - e quando digo muitos é por que são muitos mesmo, preferem usar seus talentos para sua própria perdição, como logo verá.

Quando te disse que tenho ordem do Céu para vir aqui te alertar é por que tenho ordem direta do Trono, de fato. Que com Deus não se brinca. E Ele, O Senhor, inclusive me chamou a atenção porque eu estava prevaricando - demorando de escrever esse texto, conforme havia dito que faria, ante a visão que eu havia recebido com o comando.

Depois da visão auditiva sobre eu escrever acerca de certo trecho de Êxodo 32, já que, como Ele é quem bem sabe que esses textos devem estar entrando em alguns muitos corações, quando viu que eu não obedeci de imediato, veio a mim:

- Sonho que estou sendo demitido duma biblioteca, onde a diretora era inclusive uma amiga, a professora Vanda Angélica, ex-diretora da Biblioteca Pública de Camaçari, na década de 70/80, e até recentemente diretora da Biblioteca dos Barris, em Salvador, onde nem para minha cara ela olhava. No balcão, me fazendo o pagamento da rescisão com umas notas de 50 e de 10 reais, a atendente me olhava de cara pra lá de fechada. Ali, enquanto ela contava o dinheiro eu pensava: “E o do meu salário do mês, será que está aí? É quando sei que o do salário eram as notas de 50, e o da rescisão em si eram as notas de 10 reais”. E ponto.

Bem, como deve saber, biblioteca é um celeiro de literatura. E como esses textos são uma forma literária de pregação com que tenho levado a mensagem do Reino, do Evangelho do filho d’Ele ao mundo - afinal Camaçari não consome sozinho dois milhões e duzentos mil visualizações num único mês -, dada por Ele próprio a mim através dos sonhos e visões, ali Ele me diz que “me tirará do serviço’’, mas que não perdendo a salvação, o que é apontado nas notas de 50 – o salário garantido sobre o qual eu pensava se estava ali no montante (foi o mesmo que me dizer: “Filho, se teu corpo carnal morresse AGORA, tua salvação estaria garantida, mas já seu galardão...”); que o trabalho que tenho feito tem sido muito pouco – o que é apontado nas notas de 10 reais, que na situação eu sabia que se referiam ‘ao tempo de serviço’. Além de a cara enfezada da moça indicar a insatisfação d’Ele comigo pela minha negligencia. Terrível, isso.

Quero que saiba, e faça você mesmo/a sua própria avaliação, que minha vida é falar de Jesus, da hora que acordo à hora que vou dormir. Mas Ele nos diz com isso que com Ele tem que ser 100% Obediência. Ou então é vergonha (preço a pagar) na certa. Que, como diz a Bíblia, a quem muito é dado muito será cobrado. Moises que o diga:

Bíblia

(...)E disse: Ouvi agora as minhas palavras; se entre vós houver profeta, eu, o Senhor, em visão a ele me farei conhecer, ou em sonhos falarei com ele.

Não é assim com o meu servo Moisés, que é fiel em toda a minha casa.

Boca a boca falo com ele, claramente e não por enigmas; pois ele vê a semelhança do Senhor; por que, pois, não tivestes temor de falar contra o meu servo, contra Moisés?, Números 12:6-8.


E um tempo mais à frente...

(...)E o Senhor falou a Moisés dizendo:

Toma a vara, e ajunta a congregação, tu e Arão, teu irmão, e falai à rocha, perante os seus olhos, e dará a sua água; assim lhes tirarás água da rocha, e darás a beber à congregação e aos seus animais.

Então Moisés tomou a vara de diante do Senhor, como lhe tinha ordenado.

E Moisés e Arão reuniram a congregação diante da rocha, e Moisés disse-lhes: Ouvi agora, rebeldes, porventura tiraremos água desta rocha para vós?

Então Moisés levantou a sua mão, e feriu a rocha duas vezes com a sua vara, e saiu muita água; e bebeu a congregação e os seus animais.

E o Senhor disse a Moisés e a Arão: Porquanto não crestes em mim, para me santificardes diante dos filhos de Israel, por isso não introduzireis esta congregação na terra que lhes tenho dado. Números 20:7-12.

(...)E disse-lhe o Senhor: Esta é a terra que jurei a Abraão, Isaque, e Jacó, dizendo: À tua descendência a darei; eu te faço vê-la com os teus olhos, porém lá não passarás.

Assim morreu ali Moisés, servo do Senhor, na terra de Moabe, conforme a palavra do Senhor. Deuteronômio 34:4,5.


Entre os profetas Moisés era ‘a menina dos olhos’ de Deus, conforme você viu na citação de Números 12, o que lhe rendeu muita autoridade e poder sobrenatural, mas isto e o fato de ele, cumprindo ordens de Deus, ter peregrinado por 40 anos conduzindo o povo pelo deserto com destino à Terra Prometida, não lhe isentou da punição quando foi desobediente. A ordem era FALAR à rocha. Mas ele, aborrecido com o povo por sua incredulidade, bateu com seu cajado na rocha. Parece uma desobediência simples para nós, mas para Deus desobediência, assim como o pecado, não se mede pelo tamanho mas pelo procedimento. Já a pena para cada caso fica a critério d'Ele. E unicamente d'Ele.

Bem, continuando, vendo o sono indolente em que eu insistia em me manter, sem entregar ao povo as mensagens – entenda como povo você que me lê, fique esperto/a, onde mesmo com o aviso da ‘demissão’ não cuidei de obedecer no tempo que devia, Ele me veio de novo, dois dias depois, agora numa visão curta e assustadora:

- Vi minha mão direita sendo decepada no pulso. A mão inteira voava fora. E ponto.

Então ACORDEI para a seriedade da situação: claro, minha mão é exatamente meu instrumento de pregação, pois é com ela, e exatamente apenas com a mão direita devido à deficiência física a que fui acometido, que eu escrevo. Então recordei que não só sobre Êxodo Ele tinha me dado a escrever a você – por isso não despreze esses texto quando vir algum no ar, mas Ele havia me dado muitos outros temas, que eu muito inadvertidamente vinha protelando a escrita. E aí é que está um dos xis da questão: Deus é amor mas também é justiça. Ele é complacente, mas e também exigente. Se ligue aí.

De cá eu agora vejo você se fazendo a seguinte pergunta: “Mas que Deus é esse, que ‘demite’ os seus servos, seus filhos (o que é diferente de criaturas), e também lhe corta fora a mão?”, e aqui lhe tranquilizo ao mesmo tempo em que lhe inquieto ainda mais: o demitir no contexto aqui não refere-se, claro, a me lançar fora de entre o Seu povo, da Sua presença, não. Essa demissão se aplicaria, se continuasse lhe desobedecendo, a que Ele não me daria mais missões como tem me dado. Entenda missões os sonhos e visões que me tem revelado com mensagens pra você. Dispensando aí os ‘meus serviços’. Que, como dito, minha salvação estava garantida até ali. Eu disse até ali. Ou até aqui, como queira. Ali representado no salário, ou seja, nas notas de 50. E o decepar a mão não se aplicaria a uma situação literal, claro, mas me tornar um inútil dentro da sua obra. Quem sabe permitindo a mim cair doente, ou outra coisa qualquer, de forma a que eu não pudesse chegar num computador para pregar. O que implicaria a uma situação de desespero total para quem deixa de ter a atenção do seu Senhor. Imagine você, que tanto trabalha por uma promoção, sendo ignorado/a pelo seu patrão no seu ambiente de trabalho, e multiplique pelos bilhões e bilhões de vezes que quiser que ainda não teria a mínima noção do que seria isso para um crente. Eu digo crente! Que quer se ver aprovado naquele grande Dia – o da 'promoção': salvação (I A Coríntios 15; 1,2). Além de quê, conforme em Isaías 55; 8, os nossos pensamentos são os nossos pensamentos, e os pensamentos de Deus são os pensamentos de Deus. Logo avaliar Deus pelo nosso ‘ponto de vista’ é um erro que pode nos custar muito caro.

Mas o que foi mesmo que Deus disse a esse cara, pra ele me dizer? Você deve estar se perguntando. E aqui vai. Se bem que o que já te tenho dito não é pouco não.

No capítulo 32 do livro de Êxodo , de novo para o que crê, e se você não crê busque crer enquanto há tempo, no versículo 32, vê-se Moisés, com quem Ele, O Criador, falava boca a boca (Números 12; 6,7,8), lembra?, pedindo clemência pelo povo que pecara um pecado mortal: adorar a deuses pagãos - inclua aí toda escultura de pedra, barro, madeira, etc, conforme em Habacuque 2;19 (eles, o povo, usando de seus talentos, e posses, impacientes pela demora de Moisés, que havia subido o monte Sinai para ir ter com Jeová, fez um bezerro de ouro e o nomearam seu deus) dizendo assim Moisés ao Senhor, que doutra forma, em Ele não perdoando o povo, que riscasse o seu nome do Livro da Vida onde se encontrava escrito. E chegamos ao ponto.

Você está lembrado, claro, que citei adiante do tal cientista outros talentos que devem estar sendo usado para tudo e como tudo menos com agradecimento a Ele pela dádiva, e mais à frente sobre que Deus havia me alertado de estacionar os dons que me deu – escrever e interpretar os sonhos são dons que vem d’Ele para mim, e não de origem humana alguma como alguns pensam -, justo pela desobediência em que me viu assentado, num indicativo de que ao crente é dado tanto maior responsabilidade como não é dado ao que ainda não O confessou como seu único e suficiente Salvador. O que não o habilita, ao crente, por mais importância que ele tenha na obra para Deus, a interceder por perdão para o irmão que teima em pecar e ter garantias do pedido atendido.

(...)Agora, pois, perdoa o seu pecado; se não, risca-me, peço-te, do teu livro, que tens escrito.

Então disse o Senhor a Moisés: Aquele que pecar contra mim, a este riscarei do meu livro. Êxodo 32:32,33


E de fato, ali, no versículo 32 e 33, além da resposta DIRETA e negativa de Deus para Moisés, está apontado que o primeiro exemplo que Deus dará será sobre o Seu povo, que pode sim perder a salvação. Ou seja, terá o nome riscado do livro da vida todo aquele/a que pecar contra Ele. E antes que você, se crente não for, se exima da responsabilidade, deixe eu te lembrar que o pecado de Adão foi uma desobediência que a olhos nus parecia comum. Mas que foi grave. E grave o suficiente para lhe custar ser tirado da presença de Deus. Avalie uma coleção de pecados como é costume de alguns ter nos seus armários...

Sobre o inferno, caríssimo/a, a Bíblia diz que é um lugar (...)Onde o seu bicho não morre, e o fogo nunca se apaga. Marcos 9:48.

E riscar do livro aqui, amigo/a, não diz duma advertência por uma malcriação perante papai ou mamãe não; diz de condenar ao inferno. Simples assim.

Agora, se para o crente a quem Ele tem anotado o nome no Seu livro, ao vê-lo desfazendo das Suas ordenanças, Deus reserva tamanho juízo, o que não estará reservado a você que vem rejeitando O Seu filho e O pretende rejeitar ainda, até enxotando de diante da sua presença todo aquele que tenta te levar a conhecer sobre o Seu evangelho?

Não sei se você notou, caro irmão, caríssima irmã, mas o sobrenome do tal cientista é Karnal. Não que eu queira emendar tudo às questões espirituais, mas me diz se não nos faz lembrar esse nome d’algo que naturalmente atribuímos, nós, os crentes, às situações onde um sujeito desapercebidamente deixa de notar a ação dum espirito maligno agindo contra o espirito benigno por via dele, como uma pessoa que teima em achar que aquilo é comum e que nada tem a ver com seu corpo carnal está sendo usado como cavalo do diabo contra a vontade de Deus para com a sua e para com a vida de outros?

Pois é, não amar a Deus é desobedecer, logo, é pecado (Mateus 22;37); não amar seu irmão – entenda como irmão o seu próximo - é desobedecer (Mateus 22;39); não pregar o Evangelho é desobedecer (Marcos 16;15); não empregar seus dons (talentos) a serviço de Deus é desobedecer (Efésios 4;11,12); não temer a Deus é pior que desobedecer, é rebeldia, logo pecado (Lucas 12; 4,5); a falta de humildade e a soberba, é desobediência, logo, é pecado (Provérbio 29;23); mentir é pecado, e grave (Apocalipse 21;8); escandalizar o santo nome d’Ele é pecado (Ezequiel 39;7) e não crer (amar) no filho de Deus, é a pior de todas as desobediências - Hebreus 10;29 -, e desobediência é PE CA DO. E Deus NÃO tolera o pecado.

Então, é isso sobre Êxodo 32; que o Livro da Vida pode sim sofrer alterações. Uns podem ser inseridos e outros terem seus nomes riscados de la.

Bíblia

(...)O que vencer será vestido de vestes brancas, e de maneira nenhuma riscarei o seu nome do livro da vida; e confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos. Apocalipse 3:5

(...)Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados,

Mas uma certa expectação horrível de juízo, e ardor de fogo, que há de devorar os adversários.

Quebrantando alguém a lei de Moisés, morre sem misericórdia, só pela palavra de duas ou três testemunhas.

De quanto maior castigo cuidais vós será julgado merecedor aquele que pisar o Filho de Deus, e tiver por profano o sangue da aliança com que foi santificado, e fizer agravo ao Espírito da graça?

Porque bem conhecemos aquele que disse: Minha é a vingança, eu darei a recompensa, diz o Senhor. E outra vez: O Senhor julgará o seu povo.

Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo. Hebreus 10:26-31.

O que, claro, não garante a essa pessoa, quem sabe você, de ainda de fora do Aprisco, que recusa o evangelho, zona de conforto alguma. Como se vê à baixo:

(...)E não entrará nela coisa alguma que contamine, e cometa abominação e mentira; mas só os que estão inscritos no livro da vida do Cordeiro. Apocalipse 21;27.

(...)Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus; e, se primeiro começa por nós, qual será o fim daqueles que são desobedientes ao evangelho de Deus? 1 Pedro 4:17.

Assim, foi sobre isto que O Senhor me mandou que lhe falasse. A você já crente n’Ele, ou ainda à ser. Portanto, a partir de agora, seja você crente ou não, não lhe é dado mais o direto de se ter por inocente do seu pecado.

Lembra?

(...)Agora, pois, perdoa o seu pecado; se não, risca-me, peço-te, do teu livro, que tens escrito.

Então disse o Senhor a Moisés: Aquele que pecar contra mim, a este riscarei do meu livro.
Êxodo 32:32,33.

No mais, só mais uma lembrancinha, pra reforçar:

Bíblia

(...)Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus. 1 Coríntios 6:10.

Está entregue. Agora é contigo...

Shalom.

Bíblia online.

Antonio Franco Nogueira - a serviço do Reino eterno.

AQUI mais textos do autor.

Antonio Franco Nogueira - a serviço do Reino eterno
Antonio Franco Nogueira - a serviço do Reino eterno

 
Banner
Banner

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br