Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Antonio Franco Nogueira

Antônio Franco Nogueira: 'Eu e minha casa servimos ao Senhor!'
Antônio Franco Nogueira: 'Eu e minha casa servimos ao Senhor!'

É comum, ao comermos algo muito gostoso, ou vivermos uma experiência também prazerosa, querermos dividir com quem nós gostamos e, como irmãos que somos, também com quantos mais nos forem possíveis. Porem não é muito fácil fazer com que os que escolhemos para compartilharmos essas vivências, por ainda não tê-las experimentado, compreendam sem resistência a importância de vivê-las enfim. Mas aqui estou para lhe dizer que, ao menos você, experimente e só depois conclua se dá "pra engolir ou não".

- Não trateis com desdém as profecias, mas, examinai todas as evidências, e retende o que é bom. I Tessalonicenses 5:20, 21.

Todavia, e se desta comida, ou experiência, dependesse a continuidade da sua existência, ainda resistiria em prová-la? Talvez sim, acaso se trate você dum suicida da alma. O que, de certo, e queira Deus, não deve proceder. Pelo menos não se você tiver consciência do que isso representaria. Ainda mais para quem gosta tanto de viver. E é essa consciência, que agora tenho, que venho dividir com você. Pois provei e vi que é bom. Ou melhor, que é uma maravilha. É uma maravilha saber que não acabará mesmo depois de tudo acabado. Com perdão da redundância. Mas é porque falo aqui dum milagre que experimentei.

Sim, milagre. Justo porque pode está ocorrendo de você está pensando neste momento que é mesmo um milagre eu, que estive por tanto tempo aí fora nesse ambiente, que entende-se como do mundo, onde os prazeres dos mais variados sempre permearam tanto a sua quanto a minha vida, quem sabe um companheiro ou uma parceira de "andanças" e agora eu versar tão à vontade sobre um prazer tão diferente, tão incompreensível - aos olhos de quem ainda não o sentiu, abrindo mão de tudo o que sempre tive por bom, gostoso, e tão palpável – querendo que você também faça o mesmo por algo que não se pode sequer avistar.

Isto é ou não é um milagre? Mas eu, assim como você também o é desde o seu nascimento, sou um milagre de Deus desde o ventre da minha mãe, porém com largo destaque para o milagre de agora: refeito a partir duma carga de pecado que não há balança que pesasse.

Lembra da experiência, ou do alimento que comi e que falei sobre dividir com você e com quantos mais eu puder alcançar? Pois é, entre tudo há o imenso prazer, aqui falando duma sensação de prazer real e infinito, no fato de que não fui levado a prová-lo por está sem comida em casa, nem por está gravemente doente, ou por está vivendo uma crise conjugal, nem por qualquer turbulência que seja pela qual estivesse passando minha vida - o que decerto não deixaria de ter tido seu valor diante do Senhor se assim tivesse ocorrido. Mas não. O comi por tê-lo visto, com honra imensurável, oferecido a mim pelo próprio Cozinheiro do Maná que foi servido no deserto a Moisés com todo aquele povo. Alimento que, assim eu queira, e eu quero, dará ao meu espírito as forças necessárias para caminhar na direção da confirmação da salvação não só da minha mas também da sua alma, resultando na nossa vida eterna (conforme Jesus em João 10:28) como fez o Criador quando serviu o Maná, que trazia embutida nela a provocação da Fé para que milhões chegassem à terra prometida, lhes tirando de séculos e séculos da escravidão. Tal e qual Ele quer fazer agora também você, bastando que creia.

- Filho do homem: Eu te dei por atalaia sobre a casa de Israel; e tu da minha boca ouvirás a palavra e avisá-los-ás da minha parte. Quando eu disser ao ímpio: Certamente morrerás; e tu não o avisares, nem falares para avisar o ímpio acerca do seu mau caminho, para salvar a sua vida, aquele ímpio morrerá na sua iniqüidade, mas o seu sangue, da tua mão o requererei. Mas, se avisares ao ímpio, e ele não se converter da sua impiedade e do seu mau caminho, ele morrerá na sua iniqüidade, mas tu livraste a tua alma. Ezequiel 3:17-19.

E está avisado!

Mas como há no mundo a incredulidade sobre as coisas que acontecem quando pouco explicadas, e, sobretudo, quando não explicadas, o/a faço saber que os estudos sobre o que acontecerá no retorno do Filho de Deus para buscar a sua Igreja, dentro da qual, juntamente com você, eu quero estar, a propósito do qual me debrucei nos últimos dias, que remontam inclusive aos Últimos Tempos que já vivemos e seus sinais gritantes que aí estão, e com partida, além de nos vários eventos desencadeados a partir duma dolorosa e agonizante experiência por que recentemente passei, eu que jamais nada senti ou sinto, e vendo que tudo poderia ter acabado ali sem que me houvesse tempo para nada, principalmente para entregar minha alma a Quem realmente se importa comigo, que me deu a vida, além de eu jamais ter tido feito um mínimo esforço em agradecimento pela minha essência e passagem por esse mundo, algo como dito em Ezequiel 3: 17 a 19, afora minha vergonha por não ter decidido assim antes quando tantos chamamentos já me haviam sido feitos, como Ele faz contigo neste momento, é que decidi por essa Aliança com o nosso Criador como você agora sabe.

Entretanto, com minhas sinceras desculpas se o/a levei a pensar, pelo titulo que dei ao texto, a você que sabe e a quem vê a cadeira-de-rodas sobre a qual vivo sentado há tantos anos, que se tratasse dum milagre acerca de eu ter deixado de usá-la tendo voltando a andar com as minhas próprias pernas, como é presumível que lhe tenha acontecido. Mas posso lhe assegurar que foi um milagre muito maior e melhor que ter meus movimentos de volta mas se continuado na limitação, na verdade escuridão, espiritual em que vivia e depois acabar tendo condenada minha alma. Pois agora posso ir muito mais longe que um par de pernas jamais seria capaz de me levar. O que, como deve ter percebido, é a proposta aqui: tê-lo/a aos pés do Trono como uma dalas almas aprovadas pelo NOSSO Pai.

Aqui revelando, uma vez que a minha esposa já é decidida, o quão bom é saber e dizer que, eu e minha casa servimos ao Senhor!

- Fui buscado dos que não perguntavam por mim, fui achado daqueles que não me buscavam; a uma nação que não se chamava do meu nome eu disse: Eis-me aqui. Eis-me aqui. Isaías 65:1.

Pescaria Maravilhosa
Pescaria Maravilhosa

- Depois disto manifestou-se Jesus outra vez aos discípulos junto do mar de Tiberíades; e manifestou-se assim:
Estavam juntos Simão Pedro, e Tomé, chamado Dídimo, e Natanael, que era de Caná da Galiléia, os filhos de Zebedeu, e outros dois dos seus discípulos.

Disse-lhes Simão Pedro: Vou pescar. Dizem-lhe eles: Também nós vamos contigo. Foram, e subiram logo para o barco, e naquela noite nada apanharam.

E, sendo já manhã, Jesus se apresentou na praia, mas os discípulos não conheceram que era Jesus.
Disse-lhes, pois, Jesus: Filhos, tendes alguma coisa de comer? Responderam-lhe: Não.

E ele lhes disse: Lançai a rede para o lado direito do barco, e achareis. Lançaram-na, pois, e já não a podiam tirar, pela multidão dos peixes.

Então aquele discípulo, a quem Jesus amava, disse a Pedro: É o Senhor. E, quando Simão Pedro ouviu que era o Senhor, cingiu-se com a túnica (porque estava nu) e lançou-se ao mar.

E os outros discípulos foram com o barco (porque não estavam distantes da terra senão quase duzentos côvados), levando a rede cheia de peixes.

Logo que desceram para terra, viram ali brasas, e um peixe posto em cima, e pão.

Disse-lhes Jesus: Trazei dos peixes que agora apanhastes.

Simão Pedro subiu e puxou a rede para terra, cheia de cento e cinqüenta e três grandes peixes e, sendo tantos, não se rompeu a rede. João 21:1-11.

Enquanto Jesus mostra que está com Ele o Poder, é assim que Deus quer que façamos – só que numa pesca à homens; como acontece nesse exato momento em que você lê esse texto, e que pesquemos quantas e tantas almas pudermos alcançar ainda que sem sequer termos as avistado, mais crendo de tal forma que as malhas da rede da nossa fé jamais sejam corrompidas! Amém e para todo o sempre amém.

- E, passando, viu Levi, filho de Alfeu, sentado na alfândega, e disse-lhe: Segue-me. E, levantando-se, o seguiu. Marcos 2:14.

Vem que é mais gostoso. Acredite!

Antonio Franco Nogueira

AQUI mais textos do autor.

Clique aqui e siga-nos no Facebook.

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br